Meu professor de natação enfiou em mim

Meu professor de natação enfiou sua pica dentro da minha bucetinha contos eróticos

gozando na piscina


Eu estava segurando na borda da piscina quando ele apareceu rindo de mim e do meu medo bobo de ir pro meio da piscina. Recebi uns esporros por não ter mais idade de ainda não saber nadar, mas relevei porque era um amigo que gostava de zoar com a minha cara. As aulas eram pagas então eu fazia questão de aprender tudo durante todo o tempo que tinha com ele. 

No final ele sempre descontava em mim as chatices que eu fazia com ele nas aulas; ele nadava atrás de mim me fazendo ir pro meio e eu sempre me agarrava no seu corpo com medo de me afogar. As vezes eu grudava na borda e ele vinha atrás de mim me puxando; quando ele me agarrava daquele jeito por trás eu sempre sentia seu pau me futucando na bunda. 

Quando saíamos da piscina eu via seu pau enrijecido na bermuda e eu ficava me perguntando se tinha sido por minha causa. Por muito tempo não passávamos dessas brincadeirinhas embaixo da água, mas um dia sem querer eu acabei passando a mão no seu pau no final da aula. 

Estávamos naquelas brincadeirinhas de sempre e ele tava me abraçando por trás, mas em um momento fiz um movimento diferente que minha mão escorregou e foi parar bem em cima do seu pau. Pedi desculpa na hora e disse que tinha escorregado; ele apenas riu e continuou com as brincadeiras, depois de uns minutos foi a vez dele de escorregar sua mão em mim. 

Sua mão durou alguns segundos em cima da minha buceta; foi o suficiente para ele dar uma leve apertadinha por cima do meu biquini, ele usou a mesma desculpa que eu e disse que foi sem querer, mas só foi me soltar um tempinho depois. Ele era meu professor, meu amigo e tinha namorada então nada a ver ficar com essas brincadeiras safadas, parei na hora e o chamei pra sair da piscina, mas ele se recusou e me avisou que não poderia sair dali naquele momento. 

Fiquei curiosa e perguntei o motivo; sem papas na língua ele me respondeu que tava com um probleminha na bermuda e tinha que esperar a barraca desarmar. Ainda estávamos nós dois dentro da água, ele segurou minha mão e foi me aproximando dele bem devagarinho, achei que iria parar ali, mas ele foi chegando minha mão cada vez mais perto do seu pau até tocar de vez. 

Algumas pessoas passavam de vez em quando na quadra onde estávamos, eu ficava nervosa achando que alguém iria perceber que eu estava segurando a pica do meu professor, mas sempre iam embora sem se tocar de nada. 

Ele foi se aproveitando do meu nervosismo e do meu tesão pra ir cada vez mais além, não demorou muito pra eu sentir minha bucetinha sendo acariciada; começou fazendo carinho por cima do biquini e logo enfiou sua mão por dentro. 

Eu mandava ele parar porque não queria fazer aquilo, mas ao mesmo tempo não arredava o pé dali, a parte de baixo do meu biquini logo foi sendo tirada. Quando me dei conta já estava com ela na altura do meu joelho; ele já estava me encoxando pela frente e me fazendo roçar minha bucetinha no seu pau. 

Agora as pessoas que passavam por ali imaginavam que éramos namorados e nos deixavam ter privacidade. A quadra vazia e minha pepeca toda exposta pra ele na piscina foi alimentando cada vez mais sua vontade de me comer, então ele segurou minha perna no alto enquanto mirava sua piroca na entrada da minha buceta. 

Me penetrou sem nem eu concordar com aquilo, na minha cabeça eu me negava deixar um homem me comer daquele jeito, mas da minha boca não saía nada mais do que uns gemidos abafados. Tinha que ser tudo devagarinho pra não entrar um do nada e nos flagrar trepando, ele me colocou pra vigiar a porta enquanto me penetrava, mas eu não aguentava ficar de olhos abertos. 

Um tempo depois comendo minha buceta meu professor de natação finalmente gozou em mim, tive que me lavar ali mesmo antes de procurar a calcinha do meu biquini na água. Saí de lá com uma aula marcada pro dia seguinte, mas até hoje não tive coragem de voltar naquele lugar. 

By - Contos Eróticos I Sheillaxv

Comentários