Chupei a pica do policial bêbado

O policial safado me colocou pra chupar seu pau contos eróticos

contos eróticos policial safado


Ele estava alterado e piorou mais ainda quando me pegou no flagra fazendo xixi atrás de um carro, ainda acho que ele estava me seguindo esperando que eu cometesse algo só pra justificar me levar pra outro lugar. Estávamos numa festa de rua e ele deveria estar lá fiscalizando as coisas, mas ele bebeu demais.

Confesso que sempre tive o fetiche de mamar um policial fardado, mas não naquela situação; quando ele apareceu na minha frente com a pica balançando me mandando chupar a única coisa que pensei foi em sair correndo dali. Acho que ele pensou o mesmo que eu por isso colocou os pés na minha roupa pra evitar que eu levantasse, eu basicamente estava ali presa e sem roupa. 

Quando ele ainda tentava me colocar pra mamar passou um casal de namorados pela gente só que do outro lado da pista, uma parte de mim queria gritar e pedir socorro, mas meu outro lado vagabunda me fez ficar quietinha e esperar pra ver no que iria dar. 

Depois que o casal passou e se afastou bastante o policial voltou a tentar colocar na minha boca, dessa vez ele não era tão agressivo quanto das primeiras tentativas. Seu pau ficou balançando na minha frente e eu não aguentei ficar sem tocar, segurei com as duas mãos aquele mastro e tentei me levantar. 

O policial se recusava me deixar sair daquela posição; ele queria me ver de joelhos segurando sua pica. Comecei a movimentar minhas mãos na sua pica, punhetei sua jeba até quase fazer ele gozar, quando o leite tava pra sair ele me mandou parar e se afastou um pouco. Eu não sabia se poderia me levantar então continuei de joelhos no chão; ele estava só acalmando seu pau pra não gozar antes da hora, ele ainda queria conhecer minha boca. 

Depois de uns minutos ele voltou a tentar colocar aquilo na minha boca, dessa vez eu não fui tão relutante quanto da primeira e passei minha língua em todo seu pau. Suas bolas pareciam estar tão cheias de porra; ele me fez colocar as duas de vez na boca e eu não aguentei. 

Quando ele batia seu pau na minha cara eu me sentia tão vagabunda que dava vontade de me levantar dali e sair correndo, mas aquela altura minha buceta estava tão molhadinha que eu não aguentei. Finalmente senti aquela tora dentro da minha boca; tive que abrir tanto que até senti dor, mamei só a pontinha da piroca pra me acostumar com o tamanho, mas cada vez mais ele enfiava mais um pouco. 

Eu tinha engolido metade do seu pau e já estava incomodando minha garganta; aquilo com certeza não entraria mais, mas ainda assim ele forçava e quando eu me recusava ele me batia no rosto com o pau. O policial safado começou a meter dentro da minha boca bem rápido e sem se preocupar se estava me machucando, suas bolas batiam com força no meu queixo que eu nem sei como aquilo não doeu nele. 

Era um misto de prazer e dor que eu não estava mais aguentando, eu enfiava meus dedos dentro da minha buceta e ela estava toda molhadinha, meu grelinho duro implorava para ser acariciado. Tentei até o fim não me masturbar na frente do policial safado, mas eu não aguentei. Quando não aguentava mais de dor na pepeca eu parei de lutar e me toquei enquanto chupava a pica dele. 

Enfiei dois dedos dentro da minha buceta enquanto massageava meu grelinho, minha boca ainda servia de depósito de pica e ele ainda continuava fudendo ela. Um tempo depois naquela posição ele gozou bem lá no fundo da minha garganta, seu leite farto me lambuzou inteira e escorreu pelo canto da minha boca. 

Logo em seguida também gozei nos meus dedos e só depois de me ver gozar ajoelhada naquele chão sujo ele me deixou suspender meu shortinho e minha calcinha. Quando eu ainda estava me ajeitando o policial me pegou pela cintura e me encostou no carro ele pediu meu celular e mandou uma mensagem pro número de wpp dele pra garantir que manteríamos contato, o safado ainda me manda foto do pau sempre e eu ainda me toco vendo aquele pau gostoso. 

By - Contos Eróticos I Sheillaxv

Comentários

  1. Puta que pariu tesao por policiais tbm vc tem zap? Essa história foi real mesmo? Me manda contato email zap

    ResponderExcluir

Postar um comentário