Me chantageou e eu entreguei o cuzinho

O casado me comeu e gravou nossa foda contos eróticos

chantagem contos
Dei meu cuzinho por causa de uma chantagem contos eróticos


Nos conhecemos através de um app de relacionamento, marquei de sair com aquele homem misterioso e interessante pouco tempo depois de conversa. Ele tinha uma lábia maravilhosa, ele me ligava no finalzinho da noite e ficávamos conversando por horas, então quando marcamos de sair nossa conversa fluiu como nunca tinha acontecido em outros encontros. 

Fomos num restaurante perto da casa dele e quando terminamos fiquei torcendo para ele inventar algo para não ter que me despedir. Fui convidada para ir até sua casa tomar uma saideira e eu fui como uma gazela saltitante. Aquele encontro tinha cara de que iria rolar algo mais íntimo e eu estava preparada e torcendo para que realmente acontecesse. 

Na casa dele, depois de uns drinks, a gente se beijou e o clima esquentou mais ainda. Quando dei por mim eu já estava deitada em seu sofá descabelada e sem minha blusa, tava tudo tão gostoso e excitante que fui me deixando levar até ficar apenas de calcinha. Mas ela não durou muito em mim, uns minutinhos depois e ele já tinha jogado minha calcinha bem pra longe dali. 

Me dei conta que estávamos indo rápido demais, mas eu não conseguia voltar atrás. Ele era safado e me provocava, rapidinho ele descobriu onde eu gostava de ser tocada e aquilo me destruiu. Ele começava beijando meu pescoço e ia descendo pelas minhas tetas, os biquinhos do meu peito logo ficaram arrepiados de tesão dando mais um sinal de que eu estava gostando daquilo. 

Então ele foi descendo até chegar na minha virilha, quando chegou ali ele parou de me chupar e ficou apenas dedando minha pepeca. Ele sentia meu grelinho duro no seu dedo e usava isso pra me destruir, eu já estava me contorcendo de tesão quando finalmente senti seus lábios na minha buceta. 

Ele me sugava como se fosse a última pepeca que chuparia na vida, estremeci e gozei muito na sua boca. Depois de me recuperar da chupadinha que tinha levado era a minha vez de retribuir o prazer, fiquei de joelhos na sua frente e botei na boca aquela piroca enorme. O melzinho da minha buceta pingava no chão enquanto eu estava de joelhos chupando seu pau, era humilhante e delicioso ao mesmo tempo. 

Passei o dedo na minha bucetinha e senti ela extremamente sensível depois daquele orgasmo intenso. Depois de um tempo chupando sua piroca minha buceta deu mais um sinal de vida e coçou pra receber pica dentro. Me levantei e nos jogamos no sofá, fui pra cima dele pronta pra cavalgar em sua piroca. 

Cavalguei em cima da piroca do casado contos eróticos

contos eróticos


Ele segurava minha cintura e me fazia pular cada vez mais em cima dele, minhas tetas acompanhavam o ritmo das minhas sentadas. Daquele jeito rapidinho senti seu jato de porra no fundo da minha buceta, a merda tinha acontecido e nem tínhamos lembrado de usar camisinha. Me joguei do outro lado do sofá extremamente cansada e vi de longe um quadro de casamento em que o cara que eu tinha acabado de trepar era o noivo. 

Tive medo de perguntar e ouvir uma resposta que eu não queria, apenas peguei minhas coisas e fui embora dali. Uns dias depois vi uma mensagem no meu celular e percebi que era o safado me chamando pra ter outro encontro. Planejei dar um esporro, mas ele passou na frente e justificou que o encontro era pra me esclarecer algo, mais uma vez fui enganada e fui ao seu encontro. 

Marcamos num barzinho e ele apareceu um tempo depois do horário marcado, eu tava pronta pra dizer poucas e boas pra ele quando o safado abriu a tela do celular e mostrou umas fotos do nosso último encontro. Nessas fotos eu estava pelada chupando seu pau e de pernas arreganhadas deixando ele chupar minha pepeca, ele me chantageou; disse que se não fossemos para casa dele ele iria divulgar aquelas coisas. 

Eu não podia deixar isso acontecer, meus pais são da igreja e aquilo com certeza acabaria comigo. Eu precisava me certificar que aquela seria a última vez, mas ele não me garantiu nada disse apenas que se eu fosse uma boa menina e fizesse tudo o que ele mandasse ele iria pensar no caso. 

Comecei tirando minha roupa sem nem ter sido ordenada, fiquei pelada e parada na sua frente, ele olhava pra mim com um sorriso malicioso no canto da boca como se estivesse ganho uma aposta. Me fez ficar de 4 e enfiou sua cara no meio das minhas pernas, aquele era meu ponto fraco e ele sabia disso; apesar de sentir raiva dele minha buceta começou a ficar molhada na sua língua. 

Ele me chupou até se certificar que minha buceta estava pingando melzinho por ele, quando ele ajeitou seu pau atrás de mim achei que meteria na minha pepeca, mas cravou seu pau no meu cuzinho. Quando ele fez força no meu rabo o meu cu travou na hora, mas ele me segurou e me puxou pra trás me fazendo sentir ele todo dentro de mim. 

O safado bombou no meu cu até estourar minhas pregas, aquilo me causava tanta dor que eu me odiava por estar gostando. Por pura traição da minha buceta acabei gozando antes dele sem nem me tocar, logo em seguida ele despejou sua porra lá dentroSeu pau já saiu de dentro de mim mole e então ele me liberou pra ir pra casa, pedi minhas fotos de volta antes de ir embora, mas ele se recusou porque poderia sentir saudade. 

By - Contos Eróticos I Sheillaxv

Comentários