Meu ginecologista me chupou

Meu ginecologista safado chupou minha buceta contos eróticos

histórias eróticas médico
Meu gineco me dedou contos

Eu cheguei cedo lá, antes de sair de casa procurei minha melhor calcinha e me depilei inteira. Usei um sabonete íntimo com cheirinho de morango. Me arrumei como se estivesse indo pra um bordel trepar, mas era apenas mais um dia de ginecologista. 

Eu já andava paquerando ele tinha um certo tempo, mas ainda não tinha rolado nada, uma vez nos encontramos na praia por pura coincidência e foi aí que fortalecemos uma certa amizade. Depois desse encontro inesperado na praia fiquei torcendo pra chegar logo o dia de marcar uma consulta com ele. 

Algumas noites cheguei a sonhar com ele sem roupa usando apenas um jaleco, acordei toda molhada e morrendo de vontade de tocar uma siririca antes de ir pro trabalho. Quando o dia da consulta chegou precisei me masturbar umas vezes antes de sair de casa só pra garantir que não ficaria com vontade na hora que estivesse toda aberta na sala dele. 

Fui a primeira paciente do dr Rodrigo naquele dia, entrei na sala ainda meio tímida por ficar nua pra ele, mas sempre muito gentil ele foi me tranquilizando. Entrei numa sala e fiquei completamente sem roupa apenas com um roupão que mal tapava meus peitos, ele me mandou sentar numa cadeira e descansar minhas pernas num suporte. 

Aquela posição me deixava toda arreganhada, ele conversava comigo normalmente pra me acalmar, estranhamente eu estava mais nervosa do que achei que ficaria. Ele começou a me avaliar e a chegar cada vez mais perto da minha pepeca, fiquei molhada com aquilo e morri de vergonha quando comecei a sentir meu melzinho escorrendo da minha buceta

Ele olhava aquilo e me dizia que eu era bem sensível, a gente ria só pra tirar aquele climão. Meu ginecologista nem tinha me tocado ainda e eu estava naquele estado, eu nem queria imaginar como ficaria quando iniciasse o toque. Por uns minutos ele ficou parado na frente da minha pepeca, ficou olhando e analisando cada detalhe enquanto fazia umas perguntas. 

Quando terminou ele saiu de perto e me mandou deitar numa cama, mais uma vez eu ficaria arreganhada pra ele só que dessa vez ele iria querer me tocar. Deitei naquela cama gelada, ele colocou uma manta cobrindo minha visão do que ele iria fazer, ele disse que aquilo me deixaria mais confortável e eu aceitei. 

Percebi ele preparando uns materiais e colocando próximo de mim, pegou tudo menos uma luva, achei estranho pois iria ter o toque, mas fiquei quieta; não seria eu a pessoa a ensinar meu médico. Ele começou abrindo minha buceta, senti seu dedo gelado me tocando claramente sem usar luvas. Ele abriu toda a minha pepeca e observou por uns instantes, as vezes eu escutava algo mexendo na mesa como se estivesse trocando de aparelho, mas ele fazia tudo isso sem tirar a mão da minha xota. 

Senti uma coisa estranha bem perto do meu grelinho, parecia que ele tinha dado uma cheirada na minha pepeca, fiquei encabulada pensando naquilo que até esqueci de responder as perguntas dele, ele teve de perguntar duas vezes pra ver se eu estava acordada ainda. 

Ele me tocava e perguntava se eu sentia aquilo, começou fazendo isso ao redor e depois encostou no meu grelinho e manteve seu dedo ali por uns instantes. Até que ele passou algo na minha buceta e disse que agora eu não sentiria mais nada, mas acho que não funcionou porque eu tava sentindo tudo, naquele momento ele já estava acariciando meu grelinho e pressionando

Tava gostoso e eu queria fazer aquilo mais um pouco, então resolvi não contar que ainda sentia o lugar sensível só pra aproveitar mais um pouco. Senti ele me acariciar e brincar com meu grelinho, tive que me controlar pra não me contorcer naquela maca, minha buceta deveria estar piscando aquela altura com certeza. 

Eu estava quase contando a ele que sentia suas dedadas quando ele começou a sugar minha buceta. Sua boca estava ali na minha pepeca me chupando enquanto eu fingia não sentir nada, era vergonhoso e delicioso ao mesmo tempo, suas sugadas faziam barulho e minha buceta latejava na sua boca, mas a gente fingia que tava tudo bem. 

Enquanto ele me chupava senti ele introduzindo algo dentro da minha buceta, era coisa demais acontecendo na minha pepeca e eu acabei gozando na sua boca. Naquela hora eu gemi, esqueci completamente que estava diante de uma consulta e extravasei todo meu tesão. A consulta tinha terminado, dr Rodrigo me limpou e disse que eu poderia sair pra vestir minha roupa, tava tudo bem com minha buceta e eu até ganhei um pirulito por cuidar bem da minha menina. 

By - Contos eróticos I Sheillaxv

Comentários