Roça roça de peitos no pique esconde

Quando o bairro é mais humilde os meninos sempre são mais safados que o normal. Não importa a idade, nesses lugares você sempre vai ouvir algum deles ou uma grande maioria se vangloriando de ter dado uma trepadinha escondido em algum beco. 


Todo mundo sempre tem uma história sexual safada de quando era mais novinho e brincava na rua; a minha ocorreu na melhor brincadeira da minha época. Foi num pique esconde bem inocente que eu descobri o meu gosto peculiar em tetas. 

Escondida ali com a minha melhor amiga Bia a gente começava a conhecer nossos corpos e a descobrir lugares que nos davam um prazer surreal. 


A primeira vez que rolou alguma safadeza entre a gente estávamos escondidas no fundo da minha casa. Era proibido se esconder dentro de casa e pra ninguém encontrar a gente decidimos ir pra lá e sermos as últimas a tocar no pique. 

Ela deu a primeira iniciativa; eu estava agachada vigiando pra ter certeza que estaríamos muito bem escondidas quando senti ela se aproximando de mim. 


Eu ainda não sabia das suas intenções e quando a vi tão próxima daquele jeito eu só achei engraçadinho e continuei o que eu estava fazendo. Mas então eu senti ela virando meu rosto e ameaçando me beijar na boca. Eu estava ali com a boca completamente parada e levemente aberta enquanto ela mexia sua língua dentro de mim. 


Meio ofegante e sussurrando baixinho ela pediu pra que eu a beijasse também, levei um tempo pra raciocinar, mas correspondi. Ela beijava tão bem e tinha uns lábios tão macios. 

Aquilo tava uma delícia quando ela me perguntou se podia ver meu peito, não era tão grande e sem eu ao menos responder minha amiga levou sua mão até a alça de minha blusa e começou a tirar.


Eu tava bem arrepiada por causa do frio, o biquinho tava bem durinho quando Bia passou seu dedo em cima. Ela ficava brincando e ameaçava dar beijinhos pra que eu ficasse rindo, quando ela finalmente mamou minhas tetas eu quase tive um treco. 


Em nossas brincadeiras de boneca eu sempre colocava a boquinha das minhas bonecas no meu peito e achava aquilo muito gostoso, mas com a boca dela era diferente, era delicioso e eu perdi completamente as estribeiras quando ela começou a fazer aquilo comigo. 


Quando Bia terminou de me chupar eu queria saber o gosto que tinha uma teta e logo tratei de mamá-la também. Os peitos dela eram um pouco maiores que o meu e era tão gostoso passear minha língua ali. 

Eu tava sentindo minha buceta dar umas piscadinhas por causa daquela putaria toda, mas tentei esconder naquele dia porque tinha ficado com vergonha dela me ver daquele jeito.


Quando eu pensei que tínhamos acabado ela perguntou se eu queria passar o bico do meu peitinho no dela, eu achei estranho, mas baixei minha blusa novamente, ela veio chegando bem pertinho de mim e mirando nossas tetas. 


Quando roçamos nossos peitos um no outro eu comecei a sentir minha xana piscar de novo e levei minha mão até meu grelinho pra dar uma coçadinha inocente. 

Do outro lado Bia me via fazendo aquilo e também se tocava. Eu tava bem molhada e acabei tendo meu primeiro orgasmo roçando meus peitos nos dela. 


Bia logo depois ficou mostrando o melzinho que saía da buceta dela e perguntou se eu queria sentir o gosto, eu tava morrendo de vontade de descobrir que gosto uma xoxota tinha então peguei seu dedo e coloquei em minha boca. 


Em seguida a gente voltou pro pique, mas já tinha acabado. Demoramos tanto que nossos amiguinhos pensaram que a gente tinha desistido da brincadeira, e assim me iniciei no mundo das tesouras
sexo lesbico quadrinhos eróticos
By - Sheillaxv

Comentários