Ele passava leite condensado na cabeça do pau e me fazia chupar

Às 16:30 da tarde eu saía da escola e ia pra casa do meu pai. Ali eu ficava esperando até a hora da minha tia chegar pra ir me buscar pra que eu não ficasse sozinha. 

Na laje da casa da minha tia eu ia fazer minhas tarefas da escola com meu primo Júnior que se aproveitava daquilo pra passar sua língua na minha bucetinha.


Eu era bem novinha naquela época, meus pais estavam em processo de separação e eu ainda estava morando com meu pai, mas como ele trabalhava durante o dia todo e só voltava de madrugada eu tinha que ficar com minha tia. Seus dois filhos em casa era minha companhia porque ela trabalhava como boleira e não podia ficar muito tempo comigo. 


Ela pedia pra que seu filho mais velho me ajudasse com minhas tarefas de escola e ele me chamava pra fazer na laje. Lá ele pedia pra que eu lesse a questão toda antes dele me ensinar, mas ele pedia pra que eu deitasse no chão e ficasse de perna aberta. Eu sempre usava saias ou vestidos por causa da igreja então a posição que ele me fazia deitar mostrava minha calcinha toda. 


Mas era daquele jeito mesmo que ele queria me ver. Ali deitadinha de barriga pra cima o meu primo ficava na direção das minhas pernas e me colocava pra ler um texto enorme e como eu ainda tava aprendendo a ler direito eu passava um tempão numa página só. Então o Juninho levava sua mão até minha calcinha e colocava ela pro lado. 


Minha xota ficava toda exposta pra ele, então ele se abaixava e começava a me chupar, a primeira vez que ele fez aquilo eu me assustei e parei de ler, então ele disse que eu não poderia parar e não devia contar aquilo pra ninguém ou nunca mais iria me ensinar a ler. Fiquei ali quietinha lendo enquanto a língua do Juninho me chupava.


Ficamos daquele jeito por muito tempo até que um dia ele resolveu pedir pra que eu chupasse seu pau também, quando ele colocou pra fora eu me assustei por causa do tamanho. 

Eu nunca tinha visto uma piroca e muito menos cabeçuda daquele jeito, ele ficava pedindo pra eu chupar e eu negava. Ele ficava falando que se eu chupasse iria sair chocolate pra tentar me convencer.


Eu ficava até tentada quando ele dizia aquilo, mas eu tinha medo. No dia seguinte durante nossas aulas ele tirou do bolso uma caixa de leite condensado e perguntou se ele passasse na pontinha se eu iria chupar. 

Não respondi nada, fiquei ali vendo ele melar seu pau e chegar bem pertinho da minha boca. Não aguentei e acabei passando a língua na pontinha limpando sua pica. 


Meu primo ficou com uma voz trêmula e pedia repetidamente pra que eu limpasse tudo. Coloquei a cabecinha toda na boca e comecei a chupar como se fosse um picolé, mas ele acabou esporrando seu leite dentro da minha boca e eu me assustei tirando de vez sua pica de perto de mim. 


Perguntei o que era aquilo e ele falava que era seu chocolate branco, mas era meio salgado e eu o indaguei, mas safado só falou que no dia seguinte ele ia comer mais açúcar pro seu chocolate ficar mais docinho pra mim.

prima gostosa contos eroticos
By - Sheillaxv

Comentários