O amigo do papai me comeu

Há uns dois anos meu pai trouxe pra dormir aqui em casa um amigo dele da empresa rodoviária que ele trabalhava. Ele ia passar uma noite porque ele morava em outra cidade e tinha finalizado as linhas de ônibus que rodavam pro lado dele. 

Era um homem boa pinta, aparentemente mais novo que meu pai e meio pra frente, em casa meu pai vivia falando que ele usava o serviço pra ficar dando em cima das mulheres no ônibus. de boca em boca a caveira de safado dele foi formada. 

Uma vez eu ouvi uma conversa do meu pai dizendo que esse amigo dele tinha colocado uma passageira pra mamar sua piroca durante a viagem, assim que eu o vi eu lembrei desse episódio que meu pai contou e na hora eu pensei em dar em cima dele, mas pelo fato de meu pai estar lá eu acabei ficando com medo e desisti. 

Seu nome era Valter e apesar de eu já ter desistido de dar umas olhadas safadas pra ele eu percebia as rabadas de olho que ele dava em mim. Resolvi provocar quando meus pais foram dormir, eu já tinha ido pro quarto e ele ficou sozinho assistindo tv na sala porque era o lugar onde ele ia deitar. Eu fingi insônia e fui pra sala logo que meus pais saíram. 

Eu estava sentada na frente dele e com um shortinho de dormir que mal conseguia cobrir minha calcinha. Valter me olhava de cima abaixo visivelmente com vontade de sentar ao meu lado. Ele ficava me fazendo umas perguntas safadas aproveitando que não tinha ninguém ali. 

Eu sabia que ele não aguentaria muito tempo e logo iria atrás de mim; eu mal podia esperar aquele momento. Quando Valter se sentou ao meu lado e deu sinal de que queria me beijar eu só deixei o caminho livre pra ele. Uma pegada deliciosa aquele safado me levou a loucura com seus toques pelo meu corpo. 

Eu nem vi a hora que ele botou minha teta pra fora; só senti quando ele começou a mamar meus peitos. Sua mão passeava entre minhas pernas tentando alcançar minha buceta, dei livre acesso me arreganhando toda pra ele, me colocando em seu colo o Valter só tirou seu pau pra fora e me colocou em cima da sua pica. 

Ele me botou pra rebolar gostoso  enquanto dava tapas em meus seios, eu tava meladinha e minha buceta acabou engolindo seu pau, quando entrou tudo eu dei um gemido que por pouco não acordou todo mundo em casa. 

Tapando minha boca o Valter me colocou pra cavalgar em sua pica, eu montada nele e meus peitos balançando no ar. Vendo aquilo ele foi pra cima das minhas tetas mordendo o biquinho e puxando. O safado adorava me fazer sentir uma dorzinha, ele gostava quando eu pedia pra ele parar. 

Fiquei de 4 no chão pra receber sua rola na minha posição preferida, ali com meu rabo empinado pra ele eu sentia seus dedos tentando invadir meu cuzinho enquanto ele penetrava minha buceta com seu pau. Era quase uma dupla penetração, antes de gozar ele tirou seu pau de dentro da minha buceta e mirou na entrada do meu cu. 

Ele queria ver meu rabo engolindo seu leite e só tirou de lá quando eu já tinha sugado tudo com meu rego. Ali deitada eu acabei dormindo com ele, acordei no outro dia de madrugada pra voltar pra minha cama antes do meu pai acordar, meu cu ainda estava cheio de porra e eu passei no banheiro pra despejar tudo antes de me deitar.
contos eróticos
By - Sheillaxv 

Comentários