Peguei meu irmão tirando a virgindade da sua namorada inocente I Contos Eróticos

Sou uns anos mais velha que meu irmão. Sempre flagrei ele pegando as priminhas escondido no quintal de casa. A preferida dele; ele costumava levar pra laje e ficava fazendo umas sacanagens com ela que a putinha adorava que ele fizesse. Chamávamos ela de Juju; ela ficava em pé abrindo as pernas enquanto meu maninho chupava sua buceta. 

É errado, mas eu gostava de espiar. Ficava com tesão e fantasiava algum primo fazendo o mesmo comigo. Nunca contei pra ninguém desse excesso de safadeza do meu irmão. Ele vivia saindo pra brincar de pique esconde na rua, mas eu sabia que ele só usava isso pra comer as filhas dos vizinhos.


Certa vez eu voltei pra casa tarde da noite e ele ainda estava na rua ``brincando`` na frente de casa. Me aproximei sem fazer barulho e ele não me viu, flagrei o safado com a mão dentro da calcinha de uma amiguinha dele e pela cara dela; a safada estava até gostando. 


Depois que ele cresceu acabou perdendo contato com essa priminha e ele acabou namorando com uma garota uns 3 anos mais nova que ele. Ela era filha de crentes da igreja e ele vivia tentando comer a menina, eu sabia que aquele cabaço não iria durar muito.


Eu ficava doida pra flagrar alguma sacanagem, mas ainda não tinha dado certo... Planejei ficar de butuca em seu quarto, mas ele me pegaria. Até que um dia sem pretensão nenhuma ela dormiu lá em casa e enquanto eles assistam tv na sala e meus pais dormiam; meu irmão botava sua namoradinha pra arreganhar as pernas e chupava sua xota. 


Quando ele terminou de chupar ela; ele tentou trocar de lugar, mas escutei ela negando e só tocando uma punheta pra ele se aliviar. Eles ficaram nessa putaria por um bom tempo. Eu sempre tentava flagrar. Um dia por insistência dele de forçar a cabeça do seu pau na boca dela, a safadinha acabou chupando. Deixou o pau dele bem babado, do jeito que nossa prima deixava a piroca dele. 


Ele pedia insistentemente pra ela tirar a calcinha pra ele. Com jeitinho ele deitou atrás dela e encaixou seu pau na entradinha da sua buceta. Ela era virgem, por isso recuava tanto, mas não durou muito. Enquanto meu ele a beijava para tapiar a menina ele preparava a cabeça do seu pau para arrombar seu lacrezinho. 


Enfiando de vez ela gemeu e ele precisou tapar sua boca. Parecia que não aliviava e que ele estava machucando ela, demorou, mas quando finalmente ela se calou começou a dar umas reboladas no seu pau. Ele dizia que a buceta dela era apertadinha e que ele não tava aguentando. De tão apertadinha a buceta dela sugava seu pau e eu conseguia ouvir o barulho de onde eu tava espiando. 


Nesse momento minha buceta deu umas piscadas e eu me senti mal por querer me tocar vendo meu irmão descabaçar sua namoradinha. Tive que ir pro quarto e acabei me masturbando com aquilo. Pouco tempo depois eu voltei e encontrei os dois com a maior cara cínica. O chão estava melado de porra e a blusa dela do lado errado. 

contos eroticos perdendo virgindade

By - Sheillaxv

Comentários