Meu pai gosta de me assistir dando a buceta - Parte 2

Meu pai sem nenhum pudor transformou em rotina seu vício em espiar sua própria filha trepando. Eu reclamava, mas no fundo eu não conseguia esconder o tesão que sentia ao ver ele ali parado ordenhando seu pau enquanto eu levava pirocada no cu e na buceta. 

Meu namorado nunca desconfiou disso, muito pelo contrário ele sempre acreditou ser super discreto nas sua enfiadas. Ele era bem violento, mas ninguém sabia disso muito menos meu pai. Ele só espiava nossas fodas, mas nunca acompanhou desde o início quando meu namorado me forçava a ficar de 4 pra ele. 


As vezes eu tinha que liberar meu rabo mesmo sem querer, e tinha que botar dois homens safados pra esporrar leite mesmo sem sentir tesão: o meu pai que espiava e meu namorado que me arrombava. Em um dia que briguei com meu namorado eu fui me deitar e ele veio logo em seguida atrás de mim. Meu pai como já sabia da putaria foi pro seu posto um tempo depois, mas aí eu já estava na posição de ser penetrada.


Meu namorado atrás de mim arrombou meu cu ainda seco, tive que abafar meus gritos enquanto meu namorado atrás de mim me deixava toda destruída. Nesse dia ele não dormiu lá em casa, só me comeu e foi embora. Acabei pegando no sono na mesma posição que ele tinha me deixado. Meu pai que só tinha visto meu namorado gozando dentro do meu cu veio saber o que tinha acontecido, mas eu não tinha forças pra responder. 


Morri de vergonha do meu pai estar ali no quarto vendo meu cu expulsando o leite que meu namorado tinha jorrado em mim. Não consegui abri os olhos, mas escutava tudo. Meu pai me chamando e me cutucando. De vez em quando ele se deitava ao meu lado fingindo tentar me acordar, mas ele só tava roçando seu pau em minha bunda. 


Quando meu pai teve certeza que eu não acordaria ele criou coragem pra ficar pegando em minha bunda, ainda meio receoso ele dava leves mordidas e me chamava pra saber se eu iria acordar. Fiquei de olhos fechados e senti meu papai tentando tocar o biquinho dos meus peitos, eu tava deitada de barriga pra baixo e isso dificultou. Ele tinha que ser rápido pra minha mãe não acordar então ele desistiu. 


Meu cuzinho e buceta ali todos expostos e livres pra ele; meu pai não aguentou e meteu sua cara ali. Aproveitando a porra do meu namorado que deixou meu cuzinho bem lubrificado ele só foi enfiando seu pau em mim aproveitando que já estava todo aberto. Meu pai mordia e beijava meu pescoço enquanto me comia.


Os gemidos dele parecia que  tava sem trepar há anos, achei que ele teria um piripaque em cima de mim. Meu pai não queria me acordar, mas ele estava com tanto tesão que não aguentou ficar sem comer minha buceta e me virou de barriga pra cima torcendo pra que eu não abrisse meus olhos. Ele arreganhou minhas pernas o máximo que podia e foi enfiando sua piroca dentro da minha xana. 


A pica dele entrou fácil fácil dentro de mim. A essa altura minha buceta já estava encharcada de tesão então ele foi só metendo até sentir seu leitinho prestes a sair. 


Nesse momento ele tirou sua pica da minha xana e veio pra cima dos meus peitos esporrando tudo ali. Ele sujou bastante o biquinho da minha teta e espalhou seu leite com a cabeça do seu pau. 


Quando sua piroca já estava mole ele saiu de cima de mim e desligou a luz do meu quarto. Ele voltou pra cama ao lado da minha mãe e dormiu. 


No dia seguinte acordei com meu rabo ardendo e com a maior cara de pau do mundo o meu pai perguntou se eu tinha caído da cama pra ter me machucado durante a noite. Eu respondi a ele fingindo que não sabia de nada e ainda dei um beijinho em seu rosto de bom dia. 
quadrinhos eroticos incesto

By - Sheillaxv

Comentários