O pastor da igreja gosta de alisar minha xota I Contos Eróticos

Sempre gostei de participar dos cultinhos de jovens da igreja. Era todo sábado e domingo, mas no sábado era só limpeza da igreja. Lá eu conseguia usar a internet fácil coisa que eu não podia em casa e ainda de quebra eu ganhava uns trocados por deixar o pastor passar um pouco a mão em mim. 

Eu sempre era a última a sair de lá, ficava esperando o pastor nos fundos e ele aparecia meia hora depois de mim. Ele trancava a porta e vinha me beijar, sempre que me tocava ele estava de pau duro e ainda fazia questão de me fazer passar a mão na cabeça da sua piroca. 


Quando o conheci eu tinha 15 aninhos, aos 21 ele ainda roçava na minha bucetinha após os serviços que era pra me purificar. Ele ficava sentado numa cadeira e me deixava em pé na frente dele. Ele tirava minha roupa e me deixava somente de calcinha, eu ainda usava as de algodão com bichinhos que ele sempre cheirava falando que minha xota era deliciosa. 


Ele esticava bastante minha calcinha no meu corpo pra deixar marcado meu grelinho e aí ele ficava roçando seu dedo, por cima da calcinha ele me chupava e me dedava. Satisfeito com isso o pastor puxava minha calcinha pro lado pra lamber minha buceta. 


Seu pau já pra fora da sua roupa babava que até sujava o chão. Ele me colocava sentadinha em cima dele e limpava aquela babinha toda dentro da minha xana. Depois de me deixar bem lubrificada ele pedia pra eu ir sentando. 


Nas primeiras vezes que ele tentou meter em mim eu fiz um escândalo por ter doído muito, mas logo depois eu me acostumei e passei a gozar com sua piroca dentro de mim. Ele gostava quando eu rebolava em seu pau e na maioria das vezes gozava dentro de mim, mas o safado não gostava de usar camisinha e me enchia de pílula do dia seguinte. 


Eu jurava que ele só fazia aquelas coisas comigo, eu pensei que fosse especial pra ele. Mas um dia eu tive que ir até a igreja num dia de semana, encontrei tudo aberto, mas muito silencioso. Fui até os fundos porque achei que o encontraria lá e de fato ele estava. 


Eu cheguei tão de mansinho que ele não percebeu, de longe eu escutava uns barulhinhos de gemido, achei que ele estivesse se masturbando vendo pornô, tentei flagrar ele pela gretinha da janela e quando caiu a ficha do que estava acontecendo ali eu me assustei. O pastor tava comendo uma menina que vivia pegando picula na rua. 


Ela estava deitada no chão com as pernas arreganhadas pra ele, o pastor completamente nu e com a pica batendo na testa estava todo atolado na bucetinha dela. A menina tinha a mesma idade que eu tinha quando ele começou a me comer. A garota laçava o pescoço dele com seus braços e o safado bombava em sua bucetinha, escutei ele pedindo pra ela ficar de 4, ele pegou umas almofadas e colocou em baixo dela pra que não ficasse cansada. 


Ele mirou em seu cuzinho e começou a forçar sua piroca dentro dela, acho que ela nunca tinha dado o cu porque esperneou bastante e pediu pra tirar, ele não atendia seus pedidos econtinuou fudendo a menina. De longe eu via umas lágrimas escorrendo do rosto dela e a cara dele de animal prestes a gozar dentro do seu rabo. 


Não demorou muito pra ele encher o cuzinho dela de porra. Ele tirou seu pau de dentro e estava bem melado, o pastor limpou um pouco usando a calcinha dela e vestiu sua roupa. Tirou do seu bolso umas notas de 2 reais e deu pra menina, com dificuldade pra andar ela saiu dali meio tortinha. Eu ainda tive que esperar ali escondida até ele ir pro banho e deixar o caminho livre pra eu ir embora.

putinha inocente quadrinhos eroticos
By - Sheillaxv

Comentários