Me tornei a ninfeta safada do marido da vizinha

Na piscina da minha casa eu esperava o marido da vizinha. Ele sempre aparecia no mesmo horário que era quando eu estava sozinha em casa. Na beira da piscina eu sentava com meu rabo empinado esperando o meu machinho safado enfiar notas de 50 reais da mulher dele dentro do meu cuzinho. 

Dona Lúcia era uma mulher madura que caiu nos encantos de um homem 10 anos mais novo que ela. Pra todos da rua era o casal perfeito de mulher mais velha e homem mais novo que tinha dado certo, era quase um exemplo pra todo mundo, mas nas escondidas eu sabia que o safado gostava mesmo era do meu rabo apertadinho rebolando em seu pau. 


Minha vizinha trabalhava o dia inteiro com estética e só voltava tarde da noite, seu marido safado ficava em casa esperando dar o horário da minha mãe ir trabalhar pra ele pular o muro da minha casa e ir atrás de mim. Quando ele chegava eu já estava de ladinho deitada na piscina, eu sentia ele chegando de mansinho e encoxando sua piroca na minha bunda. 


Ele já chegava atrás de mim excitado e afastando meu biquini pro lado. Minha teta não ficava muito tempo longe da boca dele e logo meu vizinho safado já estava me mamando. Ele ficava doido pra me comer e já ia colocando sua piroca pra fora, mas nesse momento eu empinava minha bunda pra ele dizendo que só destrancava se ele usasse as chaves. 


Naquele instante ele começava a tirar umas notas de 50 reais da sua carteiras, ele fazia uns rolinhos e ia metendo devagarinho dentro do meu cuzinho, o safado enganava sua mulher pedindo dinheiro só pra comer meu rabinho gostoso. Eu só liberava minha bunda quando não aguentava mais receber os rolinhos de dinheiro dentro do meu cu. 


Com o rabinho piscando pra ele eu me inclinava na beira da piscina e ficava esperando meu vizinho enfiar sua piroca dentro de mim. Ele começava cuspindo na entradinha e logo depois ficava pincelando sua pica na entrada do meu cu. Ele ia metendo devagarinho me fazendo sentir cada pedacinho da sua piroca invadindo meu rabo. 


Eu tinha que aguentar calada as suas estocadas violentas dentro de mim, no começo doía um pouco mas rapidinho a dor dava lugar a uma sensação deliciosa de ser preenchida por uma piroca. Minha bucetinha ficava piscando enquanto eu levava rola no cu, eu não aguentava segurar muito tempo e logo gozava com ele ali dentro de mim. 


Meu vizinho me enrabava até sentir que estava prestes a gozar, quando isso acontecia ele tirava seu pau de dentro de mim e começava a me invadir pela buceta. Ele metia de vez e como minha buceta já estava molhadinha acabava entrando sem muita dificuldade. Suas estocadas fortes fazia minha buceta soltar aqueles barulhinhos de penetração. 


Eu sentia meu melzinho escorrendo pela minha bunda enquanto aquele safado me penetrava gostoso. Sua bolas pareciam que iriam entrar no meu cu de tão forte que ele metia. Eu sempre acabava gozando pela segunda vez com ele dentro de mim daquele jeito, eu ficava ali tendo espasmos da minha gozada enquanto ele soltava seu leitinho todo dentro de mim. 


Ele ia embora logo em seguida, eu ficava deitada por uns momentos perto da piscina criando forças pra levantar e tomar um banho. Eu sempre andava meio torta depois de deixar meu vizinho safado me comer. Um tempo depois a mulher dele descobriu que o safado tava com uma ninfeta na rua, mas ela nem desconfiou que era a menininha inocente que morava na casa em frente a dela.

quadrinhos eróticos sexo

Comentários