Eu gostava de assistir meu irmão gay fudendo outro homem

O filho do antigo casamento do meu pai veio morar na minha casa por uns tempos. Na época eu devia ter uns 13 anos e ele já perto de ser maior de idade. Meu irmãozinho não durou muito tempo aqui em casa; ficou no máximo 1 ano e minha mãe logo fez ele sair. Ela dizia que faltava espaço, mas no fundo eu sabia que era só por ele ser gay

Meu maninho trazia outros meninos aqui em casa e meu pai não ligava muito, minha mãe ficava puta da vida dizendo que ele comia os viados dentro da casa dela. Ela nunca fez esse tipo de comentário na minha frente, mas eu sempre fui uma menina muito curiosa que gostava de escutar a conversa dos outros atrás da porta. 


Eu ficava ali de butuca escutando minha mãe relatar os gemidos que escutava no quarto do meu irmão. O que saía da boca dela atiçava minha curiosidade de uma maneira tão forte que eu não resisti ficar quieta, eu tinha que ver aquilo acontecendo. No finais de semana minha mãe ia pra igreja e eu tinha que ir junto com ela, mas algumas vezes eu fingia ter tarefa da escola só pra ficar em casa. 


Eu aproveitava que ficaria só com meu irmão pra espiar o que ele fazia no quarto. Tinha um menino que sempre ia lá em casa quando minha mãe não estava. Ele era bem afeminado e isso matava minha mãe. Meu irmão sempre o levava pro quarto assim que chegava, eu enrolava um pouco na sala fingindo assistir televisão e seguia eles logo depois. 


Na porta do seu quarto tinha um fechadura meia boca, meu maninho colocava papel higiênico no buraco pra ter privacidade, mas pra que eu pudesse ver a putaria que rolava dentro do quarto; eu tirei sem que ele percebesse. Por ali eu via meu irmão beijando seu namoradinho viado, ele pegava em sua bunda com tanta força que parecia machucar. 


Os gemidos do seu namoradinho parecia até de uma puta de rua, eu ficava ouvindo aquilo e sem querer minha buceta piscava com os gemidos daquela putinha. Meu irmão parecia super excitado fazendo ele rebolar encoxando no seu pau, eu ali atrás da porta não resistia muito tempo e ficava me tocando.


Meu grelo sempre foi grandinho e por isso sempre senti tesão muito rápido, pra me controlar eu ficava me tocando por cima da calcinha só pra que eu não gozasse antes do meu irmão comer sua puta safada. Isso não demorava muito tempo pra acontecer, depois de receber umas mamadas na piroca eu via meu maninho puxando sua potranca pra cima da sua pica. 


Parecia que o rabo daquele menino já sabia o caminho e caía direto em cima do seu pau. Aquela pica grossa ia entrando no cuzinho apertado devagarinho. Meu irmão puxava o bico dos peitos dele como se fossem tetas de mulher, ele cavalgava em cima da sua rola e de vez em quando dava umas reboladinhas que enlouqueciam meu irmãozinho. 


Eu gostava do barulho das bolas do meu irmão batendo na bunda do seu namoradinho, quando ele ficava de 4 pra ser enrabado eu não aguentava muito e acabava gozando vendo eles dois naquela sacanagem. Minha buceta ficava molhadinha então eu ia pro banheiro me limpar. 


Eu tomava banho e voltava pra assistir tv, a foda sempre acabava minutos antes do cultinho da minha mãe finalizar e então ela voltava pra casa sem saber que meu irmão comia um macho em cima dos lençóis que ela tanto gostava.

contos eroticos siririca
By - Sheillaxv

Comentários