Fui flagrada espiando a foda dos meus tios I Contos Eróticos

Na virada do ano de 2019 eu resolvi ir pra casa dos meus tios pra assistir a queima de fogos. Fui uma semana antes pra garantir que estaria toda no pique. Meu tio é um cara bem reservado, porém ele é barulhento e sempre teve problemas em dormir na casa de outras pessoas porque quando ele resolve fuder; ele faz um barulho absurdo. 

Minha tia é bem submissa a ele e mesmo a família comentando dessa falta de educação do meu tio ela nunca se posicionou sobre. Eu tinha esquecido disso quando resolvi ir pra lá passar uma semana. Na primeira noite eu já escutei a foda deles, os gemidos do meu tio atravessavam as paredes e eu só consegui dormir quando terminaram. 


A parte mais escrota é que eu me excitei com o gemido dele, um som grave gemendo de tesão excita até o melhor dos homens heteros. Eu sei que aquilo foi errado, mas antes de dormir eu me masturbei só pensando na voz dele gemendo. No dia seguinte eu fingi que nada tinha acontecido e que eu dormi plenamente, mas reparei no pescoço da minha tia marcas enormes de chupão. 


Quando bati o olho no pescoço dela a minha buceta piscou dando sinal de que queria um carinho naquela hora, então eu me levantei da mesa e fui pro banheiro aliviar o tesão, porra..fazia muito tempo que eu não transava e ver aquilo me deixou muito excitada. Voltei pra cozinha e meu tio já tinha acordado, ele tinha um jeito de brincar com sexo que me deixava até constrangida, principalmente quando minha tia estava ali. 


No terceiro dia eu já tive vontade de espiar a foda deles, não aguentei ficar sem olhar e apareci na porta do quarto. Fiquei vendo pela fechadura meu tio parecendo um urso comendo sua mulher. Eu não sabia que por baixo da porta dava pra ver que eu estava ali. Fiquei curiando até meu tio terminar de fuder e fui dormir. No dia seguinte quando minha tia saiu cedo ele veio falar comigo perguntando se eu tinha gostado do que tinha visto. 


Meu coração gelou na hora, fiquei sem responder e novamente ele me perguntou se eu tinha gostado da piroca do tio. Seu short de dormir deixava a piroca dele bem evidente quase saindo de lado e ele até fazia questão de me mostrar, ele puxou só a cabecinha pra fazer um carinho e me perguntou se eu queria dar um beijinho pra ver como era. 


Ele não era meu tio de sangue, mas eu não esperava isso dele, pensei em mil maneiras de contar pra todo mundo o pervertido que ele era, mas involuntariamente fui até ele levada pelo tesão de prostituta que eu tinha lá no fundo. Quando me dei conta da situação eu tava de joelho na sua frente esperando ele tirar a pirocona toda do short pra dar de mamar a sobrinha safada dele. 


Meu tio fazia comigo a mesma coisa que eu vi na noite anterior. Ele forçava minha cabeça até eu engolir tudinho, sua piroca era grande e me fazia engasgar, fiz menção de tirar seu pau da minha boca, mas ele forçou pra entrar mais. Ele disse que eu tinha que aguentar tudinho porque era uma putinha. Quando estava satisfeito ele me colocou de 4 e lambeu meu cuzinho lambuzando tudo. 


Eu não queria liberar o brioco, seu pau era muito grande e eu fiquei com medo de me machucar, mas meu tio não ligava, ele dizia que ia comer pra eu deixar de ser curiosa. Coloquei minha mão na frente pra evitar que seu pau entrasse no meu cu, mas fui surpreendida com uma surra na minha bunda. Fiquei toda vermelhinha e enquanto tentava me recuperar ele se aproveitou pra enfiar sua piroca sem dó na minha bunda. 


Cada estocada parecia que tava me rasgando, ele dava umas cuspidas no meu cu pra aliviar, mas não resolvia muito, eu implorei pra ele parar e até chorei. Meu tio pediu desculpas e fez uma carícia na minha bucetinha, mas quando ele viu que eu tava meladinha me fez voltar a posição e dessa vez me comeu até esporrar dentro do meu cu. Ele dizia que puta tinha que ser fudida com força e que por isso iria arrombar meu cu sempre que possível.

hentai contos eroticos

By - Sheillaxv

Comentários