Fingi estar bêbada pra ele me comer I Contos Eróticos

Não tenho família de sangue morando na mesma cidade que eu. Toda minha referência familiar vem do lado do meu padrasto. Lá eu tenho tios, tias e primos emprestados. Cresci com aquele pessoal, sempre estava lá nas férias e todos me tratavam como da família.


Meu padrasto tem uma irmã que me adorava, ela vivia pedindo pra eu passar uns tempos lá com ela e eu sempre prometia ir. Ela era casada e tinha uma filha que não morava com lá. Eu tive que ficar com eles por um ano porque minha mãe precisou passar um tempo fora. Aquele marido da minha tia era muito estranho, eu já tinha medo dele e fiquei mais ainda quando o safado passou a me observar tomando banho.


Só tinha um banheiro na casa que era dentro do quarto deles, quando eu estava lá ele fazia questão de ficar no quarto pra me ver nua pelo espelho. Um dia ele fez isso e tocou punheta, a cara dele de desejo pelo reflexo do espelho causou umas sensações estranhas em mim, quando eu passava o sabonete na minha buceta ela piscava.


Eu não acreditava que estava com tesão naquilo, mas a real era que eu ficava molhadinha em saber que ele tocava punheta pra mim. Passei a tomar banho em horário que minha tia não estava em casa só pra ele ir me espiar. Quando eu saía do banheiro eu via o chão onde ele estava todo sujo com sua gala, o safado não tinha nem coragem de limpar sua sujeira.


Meu tesão tava subindo pelas paredes  e eu tava doida pra liberar minha xana. Meu tio emprestado não tinha coragem e eu precisei dar uma forcinha. Minha tia deu plantão à noite e eu fingi chegar embriagada em casa. Me joguei no sofá e esperei meu tio vir até mim. Senti ele me cutucando pra conferir se eu estava dormindo mesmo.


Suas mãos passeavam pelo meu corpo e alcançaram meus peitinhos por baixo da minha blusa. Enquanto ele fazia isso ele me chamava pra ir deitar no quarto pra disfarçar. Eu fingi estar acordando duas vezes e ele interrompeu suas linguadas na minha teta. Mas rapidinho ele voltou a abusar da sua sobrinha inocente desacordada.


Meu tio tirou minha roupa todinha e me levou pro quarto dizendo que iria me dar banho, mas ele me jogou na cama e abriu minhas pernas. Ele chupou minha bucetinha, meu grelo bem duro me fazia estremecer quando sua língua passava por cima. Eu gozei na sua boca e senti minha bucetinha sendo lambuzada com alguma coisa, logo depois sua jeba estava me penetrando.


Ele em cima de mim fazendo um vai e vem dentro da minha buceta enquanto minha tia ligava pra ele. O safado atendeu o celular sem tirar sua pica da minha xana. A voz trêmula dele fazia minha tia perguntar se ele estava bem, meu tio emprestado era tão descarado que disse pra ela que estava com dor de cabeça e por isso estava daquele jeito.


Ela desligou o celular super preocupava. Meu tio dentro de mim prestes a gozar tirou seu pau da minha xoxota e esporrou seu leite nos meus peitos. Ele me levou no seu colinho pro meu quarto e jogou o lençol em cima de mim, eu tava sem roupa e com seu gozo nos peitos, dormi daquele jeitinho mesmo super satisfeita.

sex sleep uncle
By - Sheillaxv

Comentários