O pastor safado da igreja me comeu

Em uma época na minha vida os meus pais ficaram bastante religiosos, eu sempre os acompanhava pois odiava ficar sozinha em casa. Quando comecei a ir pra igreja eu percebi que tinha umas coisas que eu fazia que o pastor sempre dizia que era errado. 



Nessa época eu já sabia que era bi, mas por influência da igreja eu coloquei na minha cabeça que era errado, quando contei pra minha mãe a primeira coisa que ela fez foi me colocar pra ir na igreja como se isso fosse resolver alguma coisa. 


O pastor me olhava de um jeito que até me assustava. Eu era bem novinha, então ele falou que isso era uma fase e passaria logo, mas me deixou a tarefa de todo sábado ir até a igreja para fazer uns serviços. Minha mãe me acordava todo sábado nesse horário e me forçava ir. 


O pastor me fazia confessar meus pecados e pedia detalhes de como eu beijava as meninas, eu contava tudo. Algumas vezes ele me colocava no seu colo porque segundo ele isso me ajudaria a ficar mais confortável. No momento da oração eu ficava de 4  e ele atrás de mim. O pastor dizia que isso era porque eu deveria me humilhar pra pedir perdão.


Ele falava que eu ia ser uma mulher muito linda e que isso atrairia homens com intenção de abusar de mim e que eu deveria ter cuidado. Ele perguntou se eu queria ver como eles iriam abusar de mim e eu disse que sim. Foi nessa hora que ele suspendeu a minha blusa e deixou minhas tetas de fora. 


Seus olhos não saíam dos meus peitos, ele disse que ia me mostrar o que os homens fariam comigo e colocou sua língua no bico do meu peito e começou a sugar. Ele perguntava se eu tava entendendo e eu só respondia que sim. Tinha uma cadeira ao meu lado que ele sentou e me fez sentar em seu colo. 


O pastor dizia que tudo que ele faria comigo era o que os homens fariam daqui uns anos e que ele tava mostrando só pra eu ficar esperta. Eu não disse nada porque acreditei em tudo que ele falou. Já sentada em seu colo ele voltou a mamar nos meus peitos. 


Ele ficava intercalando, chupava um pouco dos dois peitos. Então ele começou a passear suas mãos pelo meu corpo. Quando chegou na altura da minha buceta ele suspendeu meu vestido me deixando no seu colo só de calcinha. Eu sentia seu pau duro em baixo de mim. Tentei tocar pra sentir e ele percebeu. 


O pastor olhou pra mim perguntando se eu queria tocar no seu pau e eu respondi que sim. Quando ele tirou seu pau de dentro da calça e me fez chupar eu quase engasguei. Não demorou muito ele já estava em cima de mim tentando tirar minha calcinha. 


Logo fiquei completamente nua deitada no banco da igreja e ele se preparando pra enfiar seu pau em mim. Pelo tamanho eu me assustei, mas ele disse que não precisava ficar com medo porque ele tava fazendo aquilo pro meu bem. O pastor me mandou abrir bem as pernas e eu fiz isso. 




Toda arreganhada pra ele eu comecei a sentir seu pau enfiando dentro de mim quase me rasgando. Escorreu uma lágrima dos meus olhos e ele fazia carinho no meu grelo pra aliviar a dor. Não demorou muito e a dor passou, seu dedo mexendo no meu grelo acabou ficando muito gostoso e eu gemi no seu pau. 



Ele ficou louco e começou a me fuder mais forte. Sem pensar duas vezes o pastor me avisou que iria gozar e que iria despejar tudo dentro de mim. Ele perguntava se podia e eu só respondi que sim. 


Numa última estocada eu senti algo quente dentro de mim. Escorrendo um pouco pelos lados ele tirou seu pau já mole de dentro da minha buceta e me fez limpar a sujeira mandando eu voltar na semana seguinte para novos ensinamentos. 

contos eroticos

By - Sheillaxv

Comentários