No ônibus lotado eu sentei no colo de um desconhecido


Sou uma garota alta, gosto de praticar esportes e por isso até tenho um corpo legal que chama atenção. Eu costumava praticar vôlei três vezes por semana. Era em outra cidade e por isso eu pegava ônibus pra ir e voltar. 


A parte ruim era que quando eu me machucava ainda assim eu tinha que enfrentar o buzu lotado. Eu usava um shortinho pra jogar e na volta eu ficava com preguiça de trocar de roupa então voltava assim mesmo. 


Ele era colado ao meu corpo e por isso alguns homens não se controlavam no buzu, e diversas vezes alguns passaram a mão. Eu tentava sair de perto, mas nem sempre funcionava. Tinha uns homens que eu deixava de propósito só porque eram bonitos, tinha um que sempre pegava comigo, mas eu não o conhecia. 


Acho que ele trabalhava em alguma empresa de construção porque sempre estava vestido com um macacão azul. Sempre que entro no buzao eu vou pro fundo que era o lugar onde poderia encontrar com ele. Certa vez eu estava no treino e acabei caindo de mau jeito no chão. Machuquei meu tornozelo e voltei mais cedo pra casa. 


Estava com muita dor, mas tinha que enfrentar o caminho todo de pé. Fui pro fundo e chegando lá eu encontrei com ele sentado. Não tava muito cheio, mas no decorrer do tempo lotou bastante. Fiquei espremida lá no fundo com o meu paquera de buzu me olhando.


Em um momento ele perguntou se eu queria sentar e eu respondi que sim, achei que ele levantaria pra me dar o lugar, mas ele apontou pro seu colo e falou: senta aqui. Fiquei sem entender, mas estava doendo tanto que acabei sentando. As pessoas ao redor acharam que ele era meu namorado ou algo do tipo. 


Ninguém se importou com isso, na verdade nem olharam, a cada parada o buzu ficava mais cheio, mas pelo menos eu já tinha sentado. A pista só tinha buraco e como eu estava no fundo o ônibus pulava muito. Eu não sabia o nome do cara que eu estava sentada no colo, mas deixei ele segurar na minha cintura, de vez em quando eu olhava pra trás e ele estava sorrindo. 


Suas mãos apertava minha cintura em cada buraco e em baixo de mim começou a surgir uma pressão, achei que fosse algo que podia ser tirado e passei a mão. Quando fiz isso eu senti seu pau. Estava duro e por eu ter passado a mão ele acabou gemendo um pouco. Ele devia ta achando que eu tinha gostado do que senti e ficou mais ousado. 


Me puxou pra mais perto do seu corpo e me fez sentar bem na direção da sua piroca. O balanço me fazia subir e descer no seu pau, a cara dele de prazer deixava muito na cara o motivo dele ter me chamado pra sentar ali. 


Ele sentiu mais liberdade pra fazer o que quisesse comigo e enfiou sua mão entre minhas pernas, afastou um pouquinho meu short só pra liberar caminho pra minha bucetinha e ficou me dedilhando. Ele colocou sua mochila na frente pra ninguém ver suas investidas. 


Ele ficava coçando meu grelo enquanto minha bunda quicava no seu pau. Baixinho no meu ouvido ele pedia pra gente descer e fuder, mas não tinha nada, o ponto de descida mais próximo só tinha mato ao redor e eu fiquei com medo. 


Cada minuto ele pedia pra eu abrir só mais um pouquinho a perna e eu abria. As pessoas viam ele beijando meu pescoço, mas acharam que ele era meu namorado, ninguém viu quando ele enfiou seu dedo dentro da minha buceta e me fez uma siririca até eu gozar.


Quando ele sentiu o que tinha feito na minha xota não se aguentou de tesão e disse que iria gozar. Me abraçando mais forte ele acabou esporrando seu leite dentro da cueca. Ele pegou meu número de celular e disse que me enviaria uma foto pra eu ver como eu tinha deixado ele todo melado.
hentai sexo gostoso
By - Sheillaxv

Comentários