Fui comida pelo meu pai e tio ao mesmo tempo I Contos Eróticos

Aos 15 aninhos eu já era a putinha do meu tio. Ninguém da minha família entendia o motivo de sermos tão próximos, mas ninguém se importava muito. 


Em viagens da família eu sempre ia no colinho do tio, meus pais ignoravam por gostar bastante dele, achavam que era amor de sobrinha e tio, mas lá no fundo eu só me sentava no colo dele porque gostava de deixar meu tio excitado por mim.


As vezes na varanda da casa do meu avô o meu tio me chamava pra sentar com ele numa rede. Eu sabia que era pra me encoxar então eu sentava. Ele ficava se balançando na rede até gozar na minha bunda.


O pessoal levava na brincadeira pois ninguém tava vendo o quão excitado estava meu titio. Um dia fomos viajar em família pra um rio, o carro foi lotado e como sempre eu sobrei no colo dele. Fui sendo bolinada até lá. 


Durante a noite a gente rodava fazendo escala de motoristas entre meu pai e meu outro tio. Quando ficava tudo bem escuro o meu tio safado se aproveitava pra acariciar meus peitinhos. Era gostoso apesar do medo que eu sentia.


Ninguém nem desconfiava do que rolava entre nós até que um dia nessa viagem; eu esqueci de trancar a porta do quarto e meu pai me flagrou rebolando no pau do meu tio. 


O susto foi tão grande que ele me empurrou na hora do seu pau. A gente tentava explicar, mas o meu pai estava possesso. Ele me batia e me xingava. Meu pai me levou arrastada pelos cabelos até meu quarto com a promessa de me encher de porrada. 


Meu tio ficou imóvel por causa do susto. Não tinha mais ninguém em casa só nós três. Eu estava completamente nua sentada na cama ouvindo sermão de meu pai. Ele passou horas reclamando comigo e prometendo me bater, mas não tirava o olho da minha buceta lisinha. 


Eu não pretendia dar pro meu pai, mas quando ele ficou em silêncio sem querer eu notei o volume na sua calça. Ele estava bem duro e veio se aproximando de mim; sentando ao meu lado meu pai me pediu pra abrir um pouco minhas pernas. 


Eu atendi seu pedido. Meu pai me perguntou se eu ainda estava molhada e eu disse que sim. Ele passou o dedo pra conferir e disse que eu era uma vadiazinha. Meu pai lambeu seus dedos sujo com meu gozo. 


De joelhos na minha frente ele não conseguia mais se controlar. Era somente ele e minha buceta, dei uma piscada com minha xana e rapidinho meu pai caiu de boca na minha buceta. Com a porta entreaberta o meu titio observava tudo o que acontecia ali dentro. 


Sem demorar muito ele entrou já bem excitado. Sem me dizer nenhuma palavra o meu tio sacou seu pau e enfiou tudo dentro da minha boca enquanto meu pai chupava minha bucetinha. 


Meu pai enfiava seus dedos dentro de mim enquanto sua língua percorria meu grelo me fazendo gemer com tudo aquilo. Ao mesmo tempo o meu tio fodia minha boca como se eu fosse uma putinha de esquina. 


Eles me viraram de 4 e meu tio se posicionou pra meter sua piroca dentro da minha buceta, meu pai logo preencheu minha boca com seu pau grosso. Ele gemia feito um garoto me fazendo pagar boquete pra ele. 


Meu tio fodia minha buceta tão forte que parecia que me quebraria no meio. Na hora de gozar ele tirou seu pau de dentro de mim e esporrou todo em cima da minha bunda. 


Meu pai ocupou seu lugar e começou a comer minha buceta. Eu tocava minha buceta enquanto meu pai me comia, de vez em quando seu pau escorregava da minha xana e ia direto no meu cuzinho. Meu pai dizia que era sem querer, mas ele tava mentindo. 


Ele tava doido pra comer meu cu, mas eu não deixei, ele disse que queria enfiar só a cabecinha pra gozar e eu aceitei. Morrendo de medo eu empinei mais a bunda pra sentir a cebecinha do pau do meu pai entrando em mim. 


Ele enfiou mais do que devia e eu com medo acabei trancando meu cuzinho, meu pai ficou louco de tesão e acabou gozando dentro de mim nessa hora. Depois desse dia eu virei a putinha dos dois, sempre fazíamos um sexo gostoso a três. 

contos eroticos
By - Sheillaxv


Comentários