Flagrei o pastor da minha igreja comendo um viado I Contos Eróticos

Aos 13 anos minha mãe me forçava ir à igreja todo domingo. Eu odiava porque era cedo e eu preferia ficar dormindo. Era certo ter cultinho todo domingo e era certo eu ir também, mas em um domingo eu fiquei doente e ninguém me avisou que tinha sido cancelado o da semana seguinte, perdi minha inocência nesse dia. 

Minha mãe sempre muito bruta logo quando percebeu que eu tinha melhorado já avisou que eu teria que ir pro cultinho no domingo e me acordou cedo pra isso. Me arrumei e fui, nessa época eu ainda era bem inocente quando se tratava de sexo, o básico que eu sabia era que era através de sexo que se fazia filhos. 


Achei estranho quando cheguei na igreja porque tava tudo muito vazio. Eu tava cansada demais pra voltar pra casa na mesma hora então entrei e fiquei esperando o cansaço passar sentada nos bancos. Mas eu fiquei com cede e com curiosidade de saber onde estavam todos, então decidi procurar o pastor nos fundos da igreja. 


Na parte de trás tinha uma salinha de oração, achei que o pastor estivesse ali fazendo coisas de igreja e fui espiar. A porta não estava aberta, mas a centelha de vidro dava uma visão clara do que acontecia ali. Fiquei surpresa quando vi a cena, não sabia o que fazer. Tinha certeza que deveria ir embora, mas não consegui parar de olhar, eu queria saber como iria terminar e fiquei. 


Tinha um menino na posição cachorrinho no chão. Ele estava sem roupa e seu pinto tava duro apontado pra cima. O pastor estava atrás dele, também sem roupa e com o pinto duro, mas ele tava enfiando tudo dentro do menino. Era o mesmo garoto que os pais na igreja pediam pra gente não conversar porque ele fazia coisa errada, eu sabia que era porque ele era gay.


Já conversavam sobre esse tipo de coisa na minha escola, então quando minha mãe pedia pra eu ficar longe dele porque ele era do mundo eu sabia que na verdade era só porque ele era viado. 


O viadinho ficava gritando e pedindo pra fazer mais rápido que tava gostoso. O pastor tentava aumentar o ritmo, mas ele dizia que o cuzinho dele era apertadinho demais. Então ele se levantou e pegou um óleo que o pastor usava pra passar na testa dos fiéis e passou na entradinha do cu dele. 


Passou um pouco no seu pau e enfiou de novo. Dessa vez com mais facilidade pra meter dentro dele o pastor aumentou o ritmo. Me deu vontade de tossir na hora, e pra eles não escutarem eu segurei até tossir pra dentro. 


Continuei ali observando tudo, senti umas coisas na minha buceta, hoje eu sei que eu tava excitada por assistir aquilo, mas na época eu não sabia o que era então só coçava minha xota. A cena era tão gostosa de ver que minha bucetinha piscava.


O pastor meteu dentro do gurizinho até soltar seu leite na sua bunda. O pau do pastor ficou mole pouco tempo depois, mas o do viadinho continuava duro, então o pastor colocou em sua boca e chupou até o moleque ejacular dentro. Engolindo tudo eles se levantaram e se vestiram, eu fui embora logo em seguida. Passei a gostar mais da igreja depois disso.
pastor fudendo viado contos eroticos
By - Sheillaxv

Comentários