Eu brincava de médico com meu primo e ele chupava minha buceta I Contos Eróticos

Luan era meu primo preferido. Passávamos o dia inteiro brincando juntos, ele era 3 anos mais velho que eu, na época eu tinha 12 e ele já tinha 15. Nesse tempo eu sabia poucas coisas sobre sexo e o pouco que eu sabia já dava pra entender o porque o pau do Luan ficava duro quando estávamos juntos. 



Normalmente isso acontecia quando a gente brincava de bicicleta e ele me levava no quadro na frente. Eu sentava de lado e ele pedia pra eu ficar chegando pra trás. As vezes sentava nós dois em cima do banco e quando eu saía dali o pinto dele fazia quase uma barraca no seu short. 


Eu ria dele e corria pra dentro de de casa, ainda era inocente. Luan vinha atrás de mim e me fazia cócegas por um bom tempo. De vez em quando eu sentia ele tocando nos meus peitos ou na minha bucetinha, mas não falava nada pra ele não parar. 


No quintal da casa da minha vó tinha um pé de manga que a gente passava o dia inteiro tentando tirar manga pra chupar, só que era muito alto então o Luan me deixava subir no pé primeiro e ficava em baixo de mim agarrando a manga, ele dizia que era porque eu era mais leve, mas na real era só pra ver minha calcinha.


Na hora de descer ele me esperava em baixo e me fazia roçar no seu corpo, ficávamos um bom tempo abraçado com ele atrás de mim roçando seu pau na minha bunda, quando eu ouvia ele dar um gemidinho de leve no meu ouvido e soltar minha cintura eu sabia que tinha acabado.


Quando ele se afastava de mim eu via seu short meio melado, ele não gostava de usar cuecas então eu conseguia ver direitinho o seu pau, adorava sentir ele na minha bunda.  


Minha brincadeira preferida com ele era quando a gente ia brincar de médico. Ele dizia que ele era ginecologista, mas na época eu não sabia o que era isso então deixava tudo com ele. Na hora de me examinar ele me colocava deitada no chão e tirava minha roupa. 


Eu deixava ele fazer isso porque ele era o médico e eu a paciente. Quando eu ficava completamente nua ele pedia pra eu abrir bem as pernas que ele iria verificar se tava tudo certo dentro de mim. Ele colocava um lençol na frente pra cobrir o que ele fazia com a minha buceta. 


Eu sentia ele me chupando e lambendo minha xota, as vezes eu reclamava, mas ele dizia que era parte do procedimento. De vez em quando ele tentava enfiar seus dedos, mas como doía eu pedia pra ele parar. Uma vez ele chupou até eu sentir meu corpo estremecer, foi naquele momento que eu gozei pela primeira vez. 


Ele ficava de joelhos na frente da minha buceta e roçava seu pau no meu grelinho, fingia que ia meter, mas só enfiava sua cabecinha. A primeira vez que ele gozou fazendo aquilo eu achei que ele tivesse feito xixi em mim e fiquei com raiva. 


Mas logo eu acostumei com suas gozadas, ele nunca chegou a me penetrar, a gente só brincava de passar a mão e ele chupava minha buceta ou meus peitinhos. Quase fomos pegos uma vez sem roupa pela minha vó, mas o lençol acobertou e ela não viu a pica dele roçando na minha xota. 

contos eroticos incesto

By - Sheillaxv

Comentários