Aliviei o tesão na piroca do cobrador de ônibus


Quando passei na Universidade eu tive que morar longe da minha família que vivia no interior da Bahia. Era umas 3 horas de viagem, normalmente eu ia visitar meus pais durante as férias ou quando tinha algum feriado longe.  

Assim que passei eu tive que ir correndo morar lá, eu tinha namorado e a gente acabou passando um bom tempo sem se ver. Eu já estava subindo pelas paredes, ia fazer quase 5 meses sem sexo e sem nenhum carinho porque eu não curtia muito masturbação. 


A gente vivia fazendo live, eu via ele gozar pela web, mas nunca conseguia chegar ao orgasmo sozinha. Quando o dia de ir pra minha cidade chegou eu estava muito animada. Eu ia de ônibus então até parei no mercado pra comprar uma cervejinha. 


Acabei pegando umas 5 pra ir tomando no caminho, tinha poucas pessoas no ônibus e eu sentei quase no fundo. O cobrador acabou passando algumas vezes pra fazer a contagem e como eu tava sozinha no fundo acabou puxando assunto. 


No meio da viagem ele voltou pro lugar que eu estava e perguntou se eu podia dividir a cerveja. Ele disse isso brincando, mas eu ainda tinha uma lata e ofereci, eu fico com uma leve alteração quando bebo qualquer quantidade, e cerveja com tesão nunca é uma boa combinação. 


O cobrador pediu pra sentar ao meu lado e eu tirei minha mochila pra ele sentar. Ele abriu a cerveja e pediu pra eu tomar junto com ele, fomos conversando por um bom tempo. A conversa era gostosa, mas eu sentia frio, fiquei arrepiada e os bicos do meu peito ficaram durinhos por cima da blusa. 


Ele não disfarçava o olhar e encarando meus peitos me disse que tava louco por um beijo meu, eu não respondi nada, mas não neguei. Ele se sentiu muito a vontade e veio até mim. A ficha ainda não tinha caído da merda que eu tava prestes a fazer, mas continuei.


Seu beijo quente só piorava o meu tesão, sua mão passeava pelas minhas pernas e chegava até minha bunda, ele apalpou tudo.  Eu já estava explodindo e me entreguei, passei a mão no seu pau pra sentir o volume e já estava bem dura. 


Ele entendeu o recado e colocou pra fora, eu tava louca pra chupar e caí de boca nele sem pensar duas vezes. O cobrador do ônibus me deitou no banco de lado me fazendo ficar com as pernas bem arreganhadas pra ele. Já sem calcinha ele me chupou todinha me fazendo ficar toda melada. Tava doida pra sentar numa piroca e fiz ele parar de me chupar pra sentar nele. 


O safado nem tirou sua roupa enquanto eu já estava completamente nua, se alguém passasse ali naquela hora iria ficar perplexo com a cena. O balanço do ônibus até facilitava sentar no seu pau. Baixei o banco ao máximo pra rebolar em sua piroca. 


Gozei no seu pau, quando ele sentiu minha buceta apertando a cabeça da sua piroca ele não aguentou e acabou esporrando um pouco dentro, mas  a maior parte foi pra fora. Me pedindo desculpa ele disse que não aguentou segurar e gozou um pouco dentro, mas eu não liguei muito porque tomava pílula. 


Encontrei meu namorado na rodoviária logo depois disso, minha boca só cheirava a piroca de cobrador de ônibus, beijei gostoso meu namorado e ele nem desconfiou que eu passei a viagem dando a buceta.
sheillaxv
By - Sheillaxv

Comentários