A cadela da minha mãe tocando uma siririca I Contos Eróticos

A separação da minha mãe foi difícil. Ela não queria mais se relacionar com outro homem, mas ainda tinha desejos sexuais. Quando meus pais se separaram eu ouvi um amigo do meu pai dizer que minha mãe era uma puta na cama por isso tinha aquele rabão. 

Fiquei puta quando ouvi aquilo, mas comecei a observar sua raba e de fato minha mãe tinha um puta rabão. Eu ficava viajando olhando ela rebolar enquanto lavava os pratos. Eu pensava direto na merda que meu pai tinha feito por se separar de uma gostosa como ela. Eu sempre a observava durante o banho isso me excitava e eu acabava me matando na siririca depois. 


Como eu disse, minha mãe não aguenta ficar muito tempo sem gozar e logo começou a se masturbar, eu sabia disso porque meu quarto era colado com o dela e no meio da noite eu ouvia seu vibrador trabalhando na sua xota. Eu morria de vontade de ir espiar, mas ficava com medo e só tocava uma siririca ouvindo seus gemidos. 


Um dia tive coragem de ir espiar e pela fechadura da porta eu vi minha querida mãe de pernas abertas pra cima com um vibrador enfiado ao máximo na sua buceta. Fiquei louca com aquilo e comecei a me tocar. Enfiei minha mão dentro da minha calcinha e sentei no chão ouvindo seus gemidos e me masturbando. 


Tava tão gostoso que eu acabei fechando os olhos pra sentir mais gostoso e quando fiz isso eu senti a porta abrindo de vez. Era minha mãe, nuazinha parada na porta ela ficou me olhando enquanto eu tentava me explicar, ela me mandou entrar e sentar na cama. Chorando eu pedi desculpas e ela fez um carinho no meu rosto me dando um beijo e um abraço.


Minha cabeça estava encostada no seu peito e minha mãe estava sem blusa. Fiquei com tesão e dei uma passadinha de leve de língua no biquinho da sua teta. Como ela não disse nada eu passei a língua pela segunda, terceira vez...até que num surto acabei sugando sua teta, ela se assustou, mas deixou. O que era pra ser um pedido de desculpas acabou virando um incesto lésbico entre mãe e filha.


Coloquei-a deitada na cama e como já tinha ouvido boatos que ela adorava uma chupada na buceta eu enfiei minha cara entre suas pernas e comecei a fazer um oral na  minha mãe. Ela gemia mais alto com minha língua e aquilo me deixava com mais tesão ainda. Seu grelinho já estava duro e não demorou muito pra ela gozar na minha boca. 


Logo trocamos de lugar e minha mãe me chupou. Parecia que ela chupava buceta há anos ou eu tava com tanto tesão a ponto de gozar muito rápido. Bom... a minha mãe meio que não precisava muito de outro homem para satisfazê-la na cama, eu passei a ser seu macho/mulher/filha ao mesmo tempo. Todo dia fazíamos uma sacanagem diferente e cada dia mais gostosa. 
incesto lésbico
By - Sheillaxv

Comentários

Postar um comentário