Putinha desde criança

Putinha desde criança eu vivia procurando os garotos safados do meu bairro. Tinha um que sempre ficava me vigiando por cima do muro enquanto eu tomava banho de chuveiro na garagem da minha casa. 

Eu gostava quando ele fazia isso. Quando eu estava sozinha em casa eu tirava minha roupa toda ficando completamente nua. Então eu levantava minha perna só pra ele ver minha buceta. 

Seu nome era Gustavo; nas brincadeiras de pique esconde que tinha na rua ele sempre se escondia comigo e ficava roçando seu pau na minha bunda. 

Nessa época a gente tinha uns 13 anos, eu era doida pra ele me comer... mas tinha vergonha de pedir pra ele me fuder até que um dia a gente tava brincando de pique esconde num terreno baldio que tinha aqui atrás, Gustavo foi o último a entrar na brincadeira, ele chegou já querendo se esconder comigo. 

Logo de cara ele me levou pra uma casa que tava sendo construída no final da rua. Assim que chegamos ele veio pra cima de mim já me beijando, era um beijo molhado. 

Ele me apertava toda, acho que a situação me deixava com mais tesão do que meu namoradinho. Todo afoito o Gustavo devorava meus peitinhos, eu sentia seu pau me cutucando por baixo da saia que eu usava. 

Logo minha calcinha de bichinhos foi arrancada e jogada bem longe de mim. Sentei no chão e abri as pernas ao máximo que podia pra ele enfiar sua cara e lamber minha xota. 

Nunca tive minha buceta chupada antes, era muito gostoso, sua língua lambuzava minha buceta todinha, escorria um mel da minha buceta enquanto ele chupava, acredito que aquilo era meu primeiro gozo. 

Em um momento o meu corpo todo estremeceu, tinha certeza que era meu primeiro orgasmo pois já tinha tocado uma siririca antes e sabia da sensação gostosa que dava. 

Quis retribuir e fiquei de joelhos na sua frente pronta pra chupar sua piroca. Meio desajeitada eu chupei seu pau por uns minutos até que ele me levantou e me colocou de 4 posicionando seu pau na minha buceta.
Sem esperar muito ele já foi enfiando seu pau com força, não doeu muito pois eu já estava com tesão então foi moleza. 

Logo ele já estava me fudendo como se eu fosse sua cadela...meio desajeitado ele batia na minha bunda me chamando de vadia, meus peitinhos que ainda estava crescendo ficava balançando no vai e vem que ele fazia dentro de mim... ele não aguentou muito e acabou gozando na minha buceta; escorreu um pouco pela minha perna e ele limpou o máximo que deu. Coloquei minha saia de volta no lugar e fui pra casa sem calcinha mesmo pois não achei onde ele tinha jogado.

novinha gostosa conto erotico

Comentários

  1. Não tenho problemas de ereção mas dou muito valor para as preliminares.
    Fico imaginando a calcinha ir aos poucos melando, e isso me deixa louco de vontade de chupar, beijar, lamber, esfregar e penetrar gostoso sentindo a parceira vibrar e gozar.
    homemfetichetarado@gmail.com
    Interior de sp código ddd15
    Não quero sexo virtual, sexo pago, e mail de homem só e baixarias.

    ResponderExcluir

Postar um comentário