Trepando com a médica lésbica gostosa

Meu nome é Carol. Tenho 32 anos e acho que ainda estou com tudo em cima. Sou casada, mas não tenho filhos. Sempre foi na minha médica pois gosto de me cuidar. Nunca tive nenhum problema sexual com meu marido, muito pelo contrário; sempre que posso eu dou uma transada com meu marido pra relaxar. 



A médica com quem faço minhas consultas acabou tendo que se mudar e me deixou com a indicação de outra médica que ela dizia que eu estaria em ótimas mãos. Duvidei um pouco pois achei que fosse frescura dela, mas assim que recebi o número já fui correndo ligar pra marcar. 



Assim que cheguei no seu consultório eu vi umas fotos estranhas. Duas mulheres e uma criança; logo pensei na possibilidade dela ser lésbica por causa disso, mas não perguntei. Segui com minha consulta. Até que ela perguntou se poderia dar uma olhada nos exames e se podia fazer alguns exames físicos ali mesmo. 



Não achei nada estranho só segui o que ela me sugeriu. Tirei minha blusa e meu sutiã. Tava frio então os bicos do meu peito começaram a crescer. Ela não parava de olhar...achei estranho pois por ser médica ela já devia estar acostumada. 


Quando ela começou a me apalpar; meu tesão começou a ficar evidente. Tentava me controlar ao máximo afinal eu era hétero e tinha marido. Era quase impossível não notar que algumas passadas de mão ela tava fazendo de propósito. Ela sentia que eu estava com tesão e fazia mais gostoso ainda. 


Começamos a ter conversas mais íntimas, no começo achei que fosse parte da rotina, mas fui esquecendo isso e quanto mais perguntas ela fazia; mais eu respondi safadeza. Ela chegou a me perguntar quantas vezes eu fazia sexo por semana e eu disse que todo dia. Ela ficou surpresa e riu. 


Pediu pra que eu pudesse tirar minha calça e calcinha e deitar na cama, pois ela iria fazer um exame na minha buceta. Assim que deitei ela começou a enfiar seus dedos dentro de mim. Eu estava super molhada e claro que ela percebeu. Quando minha buceta começou a piscar ela me perguntou se eu estava bem, meio ofegante eu respondi que sim. 


Então a minha médica só continuou seu serviço. O toque dos dedos dela na minha buceta fazia eu ficar cada vez com mais tesão. Eu nunca tinha sentido isso antes, mas estava ali louca pra ela enfiar sua língua dentro da minha buceta e me chupar toda. 


Ela acariciava meu grelo como se estivesse examinando, mas aquele momento já tinha se passado há muito tempo. Já tava meio na cara que ela tava me fudendo com os dedos e eu tava toda aberta pra ela. Senti quando ela introduziu dois dedos dentro da minha buceta e eu acabei gemendo alto enquanto ela enfiava num vai e vem delicioso. 


Enquanto me fudia com os dedos; com a outra mão ela me massageava no grelinho. Gozei duas vezes enquanto ela fazia aquilo. Meu grelo já estava super sensível por causa da gozada, mas ela não parou. Aumentou o ritmo das enfiadas e continuou me fodendo. Quando estava prestes a gozar pela terceira vez a minha médica tirou os dedos de dentro e me chupou com força até eu gozar dentro da sua boca. 

Depois disso eu me tornei a putinha oficial da médica. Ela era uma safada que adorava buceta e eu uma puta que amava levar uma chupada na buceta.


contos eroticos

By - Sheillaxv

Comentários