Meu tio comeu minha buceta greluda

Eu sou a mais nova de 4 irmãos homens. Sempre fui muito paparicada por isso. Hoje tenho 26 anos e ainda assim sou mimada. Não namoro, mas tenho uns rolinhos por aí. Sou muito apegada aos meus tios principalmente o mais novo. 

Ele se chama Paulo, é um amor de pessoa e bem gostosinho. Quase todos babam por ele, pois é o único que gosta de se cuidar pra manter o corpo. Ele é um coroa arrumado e gostoso. Tenho um certo tesão nele desde sempre, mas pensei que fosse só carinho de sobrinha. 


Sempre ouvi histórias das safadezas que ele fazia. Meu pai costumava dizer que ele tinha uma mulher pra cada dia. Era um verdadeiro puteiro na casa dele. Quando íamos pra lá o meu pai tinha que ligar antes pra ele arrumar tudo e evitar encontro com as putas dele. 


As vezes ele ia pra minha casa pra dormir e passar uns dias lá. Eu lógico que adorava e fazia de tudo pra não sair de perto dele. Quando eu tinha lá pelos 15 anos eu já tinha um corpo bem desenvolvido. Mas o meu tio ainda me via como um bebê e continuava com suas brincadeiras comigo. 


Em uma dessas vezes eu até paguei peitinho sem querer. Ele ficou parado olhando até eu colocar minha blusa de volta no lugar. Depois disso fui tomar banho. O banheiro da minha casa era meio sem jeito, pois ficava uma brecha que qualquer um que passasse conseguia ver quem estava dentro. 


Nunca pensei que pudesse chamar atenção do meu tio daquele jeito, mas naquele dia eu o flagrei olhando pra mim enquanto eu me banhava. Era esquisito, mas eu deixei. Continuei tomando banho fingindo que não tinha percebido que ele estava ali. 


Assim que terminei me enrolei na toalha e saí. No meu quarto ainda sem roupa; meu tio bate na porta pois segundo ele queria ajuda com algo no celular. Fui igual uma boba ajudar. Eu de toalha mostrando a ele como se faz o que ele me pediu e aquele descarado olhando pro meu corpo sem nenhum pudor.


Quando mais eu explicava mais próximo do meu corpo ele ficava. Chegou uma hora que eu conseguia sentir sua respiração no meu pescoço e seu pau me encoxando de lado. Fiquei com vergonha, mas tentei pensar em outra coisa. 


Perguntei se ele tinha entendido e ele disse que sim. Me agradeceu com um beijo no rosto e um abraço. Mas aquele abraço durou mais tempo que o normal. Ele estava colado demais em mim e aquilo me deixou toda molhadinha. 


Ele me balançava enquanto tava se agarrando em mim. Acho que daquele jeito fazia minha bunda roçar no pau dele e ele gostava. Minha toalha quase caindo no chão e ele perguntou se eu queria ajuda pra vestir a roupa. Eu respondi que não que já tava acabando. 


Meu tio insistiu tanto que eu acabei deixando ele escolher. Me levantei e ele disse que era pra eu tirar a toalha pra ele ver qual roupa ficaria melhor. Eu dei risada e falei que não precisava. Foi aí que ele me jogou na cama com força que acabou tirando minha toalha pra fora. Fiquei peladinha na frente dele. 


Aquele safado se aproveitou disso e falou da minha buceta como era linda. Ficou encarando até chegar mais perto dela e passar a mão. Instintivamente fechei as pernas, mas logo ele abriu de novo me fazendo ficar toda arreganhada pra ele. 


Sem perder tempo meu tio começou a me chupar. Era a primeira chupada que eu recebia na buceta na vida. Tava tão gostoso que parecia que eu não queria mais parar. Minhas pernas estavam tremendo de medo e de tesão. 


Meu grelo tava piscando com cada chupada que ele dava em mim. Comecei a ficar suada com tudo aquilo. Eu avisei que eu era virgem e ele não ligou, disse que só queria brincar um pouco com minha bucetinha greluda


Seu pau estava super rígido por baixo da calça. Consegui ver melhor quando ele tirou de dentro da calça e começou a roçar na minha buceta. Eu sabia que eu não iria aguentar tudo aquilo, respirei fundo e só aproveitei aquele momento. 


Eu achei que ele não ia me fuder depois de ter gozado em cima da minha xota, mas o pau dele não amoleceu e então ele resolveu que queria me fuder. Tentei lembrá-lo que a gente não poderia fazer aquilo por sermos parentes, mas meu tio não ligou. 


Ele estava transtornado depois de ter gozado. Não me escutava mais, só queria entrar na minha buceta. Fechei os olhos enquanto ele metia seu pau grosso dentro de mim. Ardia muito, minhas lágrimas escorrendo pelo canto dos olhos rapidinho se transformou em prazer. Era uma mistura doida. Na mesma hora que minha buceta piscava de tesão; meus olhos enchiam de lágrimas de dor. 


Meu tio começou a bombar sua piroca dentro de mim num vai e vem bem gostoso. Suas estocadas eram firmes e ele quase urrava de tão duro que estava. Não demorou muito pra ele gozar de novo em mim, mas dessa vez dentro da minha buceta. 


Depois de gozar ele tirou seu pau e me chupou até que eu gozasse em sua boca. Passei numa farmácia depois dessa foda e passei a trepar com ele sempre que tinha chance. Agora eu era putinha do meu tio safado e ninguém desconfiava.

sobrinha gostosa
By - Sheillaxv

Comentários