Meu cunhado me flagrou espiando ele no banho


Aos 14 anos de idade eu já era bem afoita. Passava muito tempo em casa me masturbando ou vendo conteúdo erótico na internet. Me chamo Larissa e hoje tenho 28 anos, sou muito mais tranquila em relação a essas coisas hoje. 


Mas na minha adolescência eu tinha uma tara gigante. Minha irmã mais velha tinha um namorado que passava bastante tempo na minha casa. Ele vinha dormir e sempre tomava banho antes de voltar pra casa dele. 

Dessas vezes que eu tomava banho eu aproveitava pra ver ele nu, eu gostava de ver isso na internet, mas quando ele tomava banho na minha casa eu podia ver pessoalmente e adorava isso. Passava muito tempo tocando siririca depois de assisti-lo no banho. 

Em uma dessas minhas brincadeiras de espiar ele eu não percebi quando ele abriu a porta de vez e me pegou deitada no chão tocando uma siririca. Morri de vergonha na hora e corri pro meu quarto. 


Não sabia se ele iria contar pra alguém, mas torci pra que isso não acontecesse, eu sabia que ele iria voltar no outro dia então tava preparando minhas desculpas, mas naquele dia ele chegou muito tarde, eu não aguentei e dormi. 


Acordei de madrugada com algo me cutucando entre as pernas, ainda meio sonolenta eu abri um dos olhos e entre minhas pernas estava o meu cunhado; ele tentava alcançar minha bucetinha afastando minha calcinha pro lado. 


Esfreguei os olhos pra ter certeza do que estava acontecendo, balbuciei algumas palavras sem sentido e ele me pediu silêncio colocando sua mão em minha boca. Ele se levantou até próximo ao meu rosto e disse que gostou de ter me flagrado tocando uma siririca pra ele e que agora ele ia me fazer gozar do jeito que eu queria. 


Eu não consegui dizer nada, meu coração tava acelerado. Eu sentia medo de alguém flagrar nós dois. Minha irmã dormia no quarto ao lado e eu só pensava na hora que ela iria acordar e flagrar nós dois. 


Ele perguntou se podia continuar, eu respondi que sim, na verdade nem pensei direito, só respondi por que tava ficando gostoso, então ele se abaixou e voltou a me dedilhar na buceta, ele chupava meu grelo, mordia, puxava.... mdss. 


Como aquilo era gostoso, eu sentia minha buceta piscar pela primeira vez, tentei alcançar seu pau usando meus pés, mas foi sem sucesso, acho que ele percebeu isso e facilitou as coisas pra mim me deixando cara a cara com sua piroca. 


Ele tirou da cueca e me colocou pra chupar, meio sem jeito eu abocanhei seu pau chupando até enfiar tudo na minha boca. Aquilo era tão bom, eu pensei que ele não iria me comer por eu não estar preparada, mas ele nem ligou. 


Ficou por cima de mim me colocando de 4 e ele enfiou seu pau dentro da minha buceta, ele enfiou muito forte e rápido que eu não consegui reclamar. Tapando minha boca e me fudendo a buceta o meu cunhado começou a bombar, colado no meu pé de ouvido ele gemia como se eu fosse um prêmio. 


Eu mal conseguia falar por causa da sua mão tapando minha boca. Ele me apalpava em todos os lugares que conseguia. Minha bunda já tava ficando meio vermelha de tanto que ele batia e beliscava. 

Antes de gozar ele tirou seu pau de dentro da minha buceta e me colocou sentada na cama, meu cunhadinho me fez abrir a boca e esperar seu jato de porra vindo direto na minha garganta. Depois de gozar ele limpou o resto de porra que sobrou do pau no meu rosto, vestiu sua cueca e voltou pro quarto da minha irmã. 


Logo depois disso eles terminaram e ele começou a me comer frequentemente na sua casa até terminamos o nosso casinho, ninguém nunca descobriu o que aconteceu.

novinha  greluda


By - Sheillaxv

Comentários