Me comeram dentro de um ônibus lotado e eu gostei

Sou acostumada a pegar ônibus todos os dias desde que era bem pequena; para ir a escola ou para algum lazer, isso nunca foi um problema pra mim até o dia que comecei a dar meus primeiros sinais de crescimento. 

Na minha adolescência eu também pegava o buzão para chegar na minha escola, os homens que estavam indo pro serviço me encaravam como se eu fosse um pedaço de carne. Sempre tive cuidado, mas nunca encanei por causa disso. Até gostava dos olhares na verdade. 

Quando fiquei um pouco mais velha e entrei na faculdade a história começou a mudar. De vez em quando eu sentia umas sarradas na minha bunda enquanto estava em pé aguardando meu ponto no ônibus. Era estranho, mas eu sempre deixei rolar. 


Eu tenho uma bunda bem empinadinha, meus seios chamam atenção e são quase um convite pro sexo. Eu adoro roupas sexys e quanto mais olham mais eu rebolo. Nesse dia eu tinha ido pra faculdade usando um vestido bem soltinho. 

Quando o ônibus começou a lotar eu fui entender a besteira que tinha feito. Aquilo ia encher de tão forma que se eu não sentasse eu iria ser fodida ali mesmo. Foi dito e certo, não consegui sentar e quando os trabalhadores da firma começaram a entrar eu fiquei presa no meio de um monte de macho. 


Parecia excitante, mas era até certo ponto assustador. Eles me comiam com os olhos, tinha um mesmo que mal conseguia parar de olhar pros meus peitos. Eu até ficava tentando ajustar, mas o rapaz que estava na minha frente sempre que o buzu balançava ele me bagunçava toda, ele fingia que era sem querer, mas eu sabia da verdade. 

Quando mais enchia, mas pressionada eu ficava, chegou ao ponto de ter um cara na minha frente e o outro atrás. Eles se aproveitavam disso pra ficar sarrando em mim. Eu boba não dizia nada pra evitar um escândalo e porque com certeza eu estava adorando ser putinha deles dois. 

O que estava atrás de mim se aproveitou da minha posição e tentava de todas as maneiras enfiar seus dedos dentro da minha buceta. Justo no dia que eu não estava usando short aquilo estava acontecendo. Não demorou muito pra ele conseguir encontrar minha xana. 


Seus dedos dentro de mim agora ficavam dedando minha buceta. Eu mal sabia de onde aquele cara tinha vindo. Não sabia se era casado ou qual era seu nome, mas seus dedos estavam ali percorrendo pela minha buceta, me fazendo suspirar de tesão e medo. 


Ele não parava por mais que o ônibus estivesse enchendo cada vez mais. Como se seus dedos já não fossem o suficiente ele foi ousado o suficiente pra tentar colocar seu pau pra fora da calça. Senti que ele queria me fuder ali mesmo quando aquele safado colocou minha mão pra segurar no seu pau.


Estava extremamente duro, ele sentia mais tesão que eu por estar daquele jeito. Minha buceta já toda melada e ele sabia disso tanto que nem quis saber se eu queria ou não. Eu nem tive forças pra negar e só deixei ele me comer ali mesmo. 


Parecia que nunca ia terminar. O balanço do ônibus facilitava sua pica entrar na minha buceta. Não era tão grande, mas entrava gostoso e eu tentava não gemer alto e não fazer uma cara de que estava trepando ali na frente de todo mundo, mas era quase impossível.


Quando estava prestes a gozar eu dei um gemidinho de leve que as pessoas que estavam mais próximas a mim escutaram, principalmente o homem que tava me sarrando na frente, ele olhou pra mim com cara de safado e me chamou de vadia gostosa. 


O que estava me comendo por trás só continuou bombando até gozar dentro de mim e tirou sua piroca me deixando toda melada. Sem dizer nenhuma palavra ele desceu do ônibus. Ainda tive que aguentar duas paradas com as pessoas me olhando como se eu fosse a vadia mais escrota do mundo. 

contos eróticos

By - Sheillaxv

Comentários