Fudendo a casada gostosa na escada de incêndio

Moro  num apartamento bem tranquilo em São Paulo. Aqueles apartamentos típicos de família tradicional ou que se dizem tradicional. Eu sou o único solteiro do prédio. Tenho 33 anos e trabalho numa oficina que fica ali perto. 



Minhas vizinhas são bem bonitas, mas tem uma especial que me chama muito atenção. Diversas vezes eu espiei ela pela janela enquanto fazia bicos pra limpar os vidros. Acho que aquela safada sempre percebeu minhas olhadas, tanto que sempre passava quase sem roupa justo na hora que eu estava limpando. 


Ela é casada com um professor. Ele é até gente boa, mas  pela cara dele deve deixar a mulher em falta sempre. Certa vez ela deixou uma calcinha pra secar próximo a janela e quando eu passei pra limpar eu carreguei pra mim. Desde então ela me olha como se soubesse o que eu tinha feito ou como se tivesse feito aquilo de propósito. 


Eu estava ouriçado pra comer aquela mulher, catava qualquer uma na rua que se parecesse com ela só pra matar a vontade, mas aquilo não estava adiantando, eu tinha que fazer algo pra comer aquele rabão. Minha ideia foi acompanhar seus movimentos diários. 


Todo dia ela fazia o mesmo percurso de ir ao mercado e voltar cheias de compras pela tarde. Nesse horário seu marido já estava em casa e ela subia pela escada de incêndio, pois era proibido usar o elevador usando sacolas. 


Foi nessa que eu inventei de tentar topar com ela nas escadas pra batermos um papo. Assim que ela abriu a porta pra subir eu fui atrás. Acompanhei conversando até metade quando perguntei se podia ajudar. Rapidamente peguei as sacolas, a escada era meio estreita, bem mal feita por sinal o que pude usar como desculpa para encoxar meu pau nela. 


Ela não esboçou nenhuma reação e eu tentei ser mais ousado pra saber até onde eu poderia ir naquele momento, nisso eu insinuei que iria beijá-la e parei antes de chegar na sua boca pra saber se poderia ir mais além. A resposta não poderia ser melhor. 


Quando meus lábios tocaram os dela o meu pau já estava batendo na testa de tão duro. Botei as sacolas que eu estava segurando ao lado e a encostei na parede sem me desgrudar da sua boca. Ela tinha um beijo quente delicioso, uns lábios carnudos que eu adorei chupar. 


Ela usava um vestido que eu tentei suspender pra tirar seu short, mas a safada tava sem. Usava uma calcinha fio dental que deu pra perceber logo que ela estava querendo dar a xota. Entendi o recado e afastei sua calcinha pro lado deixando exposto seu grelo gostoso. 


Comecei a dedilhar sua buceta enquanto beijava. Eu tava atento pra ninguém nos pegar daquele jeito, mas eu tinha que comer ela ali mesmo. Saquei meu pau pra fora e botei ela pra mamar gostoso. Quando estava prestes a gozar eu a levantei e coloquei ela de 4 apoiada no degrau e comecei a forçar meu pau na sua buceta. 


Parecia que eu tinha chegado ao céu com aquela buceta. Seus gemidos fazia eco no lugar que a gente tava e eu morri de medo de alguma criança do prédio aparecer do nada pra ver o que era aqueles barulhos. Logo tapei sua boca com minha mão e com a outra eu segurava seus peitos deliciosos. 


Prestes a gozar eu tirei meu pau de dentro da sua buceta e pedi pra que ela vestisse sua calcinha pois eu queria gozar dentro dela. Gozei gostoso e fiz ela terminar de se vestir e ir embora com a calcinha toda melada com minha porra, andando meio devagar pra minha porra não escorrer pelas pernas dela; minha vizinha gostosa voltou pra casa pro seu marido corno.


novinha safada


By - Sheillaxv

Comentários