Flagrei pela câmera escondida o meu marido comendo empregada

Já desconfiava das traições do Luiz, mas queria acreditar que não. Ele não costumava ser um homem canalha, sempre achei que fosse coisa da minha cabeça, mas conversando com uma amiga minha ela sugeriu que eu usasse câmeras pra tirar minhas dúvidas. 



Assim fiz como ele me sugeriu, comprei três câmeras e espalhei pela casa inclusive no banheiro. Eu achei que ele esperasse a emprega ir embora pra levar alguém pra minha casa, mas a vadia que tava fudendo com meu marido era ela. 

Funcionava dessa forma, eu saía pro trabalho e Luiz ficava em casa dormindo, quando ele acordava a empregada já estava em casa, ele cumprimentava ela normal e tomava seu café. No finalzinho da manhã ele começava a se arrumar pro trabalho. 

Mas antes de ir pro chuveiro ele instigava ela pelos cantos da casa, ficavam nessa brincadeira de cão e gato por bastante tempo, ele encoxava ela pelos cantos da casa, passava a mão em sua bunda, dava longos beijos em sua boca, em um momento eu o vi tirando a blusa dela e chupando seus peitos enquanto ela limpava o armário.


Logo minha empregada já super excitada tirava o resto da roupa, agarrados um ao outro ele a conduzia pro banheiro, onde ele ligava o chuveiro e a fazia entrar junto com ele. De pau duro ele roçava nela já completamente nua, tratava a empregada como uma boneca. 

Ele prensava ela contra a parede e começava a fuder sua buceta. Ela fazia caras e bocas enquanto estava sendo fodida por ele, parecia que tinha orgasmos a cada estocada que ele dava em sua buceta. Pelas câmeras eu não via colocando camisinha, pelo visto ele comia ela na pele. 



Aquilo me deixou extremamente puta, mas antes dele gozar dentro dela eu gozei. Não acreditava que eu estava me masturbando com outra mulher fudendo com meu marido. Aquilo era errado e nojento. Me sentia imunda, mas enquanto ele fodia com ela eu me toquei. 


Pensei em chegar em casa quebrando tudo, porém esperei, não sei o que, mas fiquei quieta. No segundo dia também foi assim. Eles fodiam loucamente e quando eu chegava ela já estava indo embora como se nada tivesse acontecido. 

Queria abrir o jogo e contar tudo; me separar dele... o tesão que eu sentia vendo meu marido arrombar outra buceta não me deixou cometer essa loucura por mais que eu quisesse. Nos dias seguintes tudo ficou assim. 

Continuei assistindo a foda deles até o dia que meu marido descobriu as câmeras pela casa; me indagou sobre o que era aquilo e acabou comendo nós duas ao mesmo tempo.


contos eróticos



By - Sheillaxv

Comentários

Postar um comentário